Costa Rica: a atração da Copa América

A Costa Rica tem sido uma das poucas e agradáveis surpresas da Copa América. Neste domingo, os jogadores costa-riquenhos, perto de obter vaga para a Copa de 2002, podem conseguir outro feito histórico para o futebol daquele país, chegando à semifinal da competição. Para isso, precisam passar pelo Uruguai, na cidade de Armênia, às 19h30, com transmissão da Bandeirantes.A imprensa da Costa Rica está eufórica após a goleada por 4 a 0 sobre a Bolívia. Os maiores elogios são para o atacante Paulo César Wanchope, artilheiro da Copa com quatro gols, e o técnico brasileiro Alexandre Guimarães. O jornal local La Nación destacou que o treinador criou uma ?nova identidade? ao esporte no país.Mas o Uruguai, que não joga com o time principal, é favorito. A péssima derrota contra Honduras na primeira fase foi até encarada como estratégica, pois evitou confronto com o Brasil. Os uruguaios, ao lado da Argentina, são os maiores vencedores da Copa, com 14 títulos.Em Pereira, Chile e México abrem as quartas-de-final, às 17 horas. A Band também transmite ao vivo. Os chilenos terão desfalque de quatro jogadores e o técnico mexicano Javier Aguirre esconde a escalação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.