Olga Maltseva/AFP
Olga Maltseva/AFP

Costa Rica chega à Rússia para Copa e atacante celebra: 'Alegria inexplicável'

Marco Ureña não esconde alegria por desembarcar na sede do Mundial

Estadão Conteúdo

12 Junho 2018 | 18h42

Adversária do Brasil na primeira fase da Copa do Mundo, a Costa Rica desembarcou somente nesta terça-feira na Rússia, a dois dias do início da competição. Os jogadores e a comissão técnica chegaram à cidade de São Petersburgo, onde ficarão durante a primeira fase do Mundial, e foram recebidos por uma comissão da Fifa.

+ Oscilante em preparação, Alemanha chega à Rússia para buscar 5º título mundial

+ Seleção recebe aula sobre o uso do VAR na Copa de ex-árbitro brasileiro

A Costa Rica realizou seu último amistoso antes do torneio na segunda-feira, quando foi goleada por 4 a 1 diante da Bélgica. Nesta terça, realizou seu último treinamento em Bruxelas antes de embarcar em um voo de cerca de três horas até São Petersburgo.

Imediatamente após aterrissar na cidade, a delegação subiu no ônibus da seleção e foi para o hotel em que ficará hospedada. Lá, foi recebida pelo embaixador da Costa Rica na Rússia, Arturo Fournier, e festejada por um grupo folclórico local, que realizou uma breve saudação com canções e danças.

"Não posso explicar a felicidade de estar aqui. Vivi neste país e era como um sonho voltar. A verdade é que estou muito contente e o que resta agora é desfrutar o momento e esperar que seja um bom Mundial para todos nós", declarou o atacante Marco Ureña.

 

A seleção costarriquenha está no Grupo E da Copa do Mundo, o mesmo do Brasil, com quem jogará no dia 22 de junho, em São Petersburgo. A estreia, porém, será diante da Sérvia, neste domingo, em Samara. No dia 27, encerra a participação na primeira fase contra a Suíça, em Nijni Novgorod.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.