Costa Rica tenta manter chances; Equador busca vaga

Costa Rica e Equador chegam com ambições distintas para o duelo latino-americano desta quinta-feira, em Hamburgo, às 10 horas (de Brasília), que encerra a segunda rodada do Grupo A. Enquanto a Costa Rica precisa vencer para evitar a eliminação prematura, depois da derrota por 4 a 2 para a Alemanha, na estréia, o Equador, que bateu a Polônia por 2 a 0, tenta evitar a empolgação exagerada na busca pela classificação antecipada.Se vencer a Costa Rica, o Equador chega aos seis pontos e garante matematicamente a classificação para as oitavas-de-final, assim como os alemães. "Não podemos pensar que já passamos pela Costa Rica, que será um rival ainda mais duro que a Polônia", diz o técnico Luis Fernando Suárez, do Equador.O técnico não acredita na eficácia de uma marcação especial sobre Wanchope, que marcou dois gols contra a Alemanha. Para ele, é preciso marcar bem os dois armadores de jogadas da equipe costarriquenha. "Ele sempre é alimentado por Centeno ou Gómez, temos de pará-los para que Wanchope seja neutralizado", explica o assistente Armando Osma.A Costa Rica joga a vida na Copa desfalcada de seu principal defensor, Gilberto Martínez, que foi cortado depois de ver uma tendinite se agravar no jogo contra a Alemanha. Jarvis Drummond, que o substituiu durante a partida, vai ser o titular.O técnico Alexandre Guimarães aposta no fato de já conhecer a equipe equatoriana - "O Equador joga da mesma forma há 12 anos", disse - e admite que vai sair para o jogo, já que isso não faz parte de seu estilo de jogo. "Temos de ser inteligentes, porque o empate não é um mau resultado para eles, mas para nós é", afirmou.As duas seleções disputaram oito amistosos entre si nos últimos anos. O último foi disputado em fevereiro do ano passado, em Heredia, na Costa Rica, e terminou 2 a 1 para os equatorianos.Ficha técnicaEquador X Costa RicaEquador - Mora; De la Cruz, Hurtado, Espinoza e Reasco; Méndez, Castillo, Edwin Tenorio e Valencia; Carlos Tenorio e Delgado. Técnico: Luis Fernando Suárez.Costa Rica - Porras; Drummond, Umaña e Marín; Solís, Fonseca, Sequeira, Centeno e González; Gómez e Wanchope. Técnico: Alexandre Guimarães.Árbitro: Coffi Codjia (Benin).Local: Wolksparkstadion, em Hamburgo.Horário: 10 horas (de Brasília).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.