Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Cotado para ser titular no Palmeiras, Kardec diz que não está em forma

Atacante pode aparecer como titular contra o Guaratinguetá

GONÇALO JUNIOR , O Estado de S. Paulo

23 de julho de 2013 | 18h48

SÃO PAULO - O atacante Alan Kardec vive um dilema: conciliar a ansiedade e a vontade de brigar por uma vaga entre os titulares e a paciência para seguir o cronograma de treinamentos necessário para entrar em foma depois de um período de férias. "Se o treinador perguntar se quero jogar, obviamente vou dizer que sim. Mas tenho uma cartilha de treinamentos para cumprir para chegar a minha forma física ideal. As coisas vão acontecer naturalmente", afirma o jogador de 24 anos emprestado do Benfica, de Portugal, há pouco mais de um mês. "Tenho de estar forte fisicamente para acompanhar a maratona de jogos que vai acontecer lá na frente", diz o atacante.

Depois de ter uma boa atuação no segundo tempo da vitória contra o Figueirense, Alan Kardec se transformou em uma nova opção para o treinador do Palmeiras. Ele pode ser escalado entre os titulares na próxima partida, sábado, contra o Guaratinguetá, no interior de São Paulo. Para escalá-lo, no entanto, Kleina terá de mudar a maneira de o time jogar. Hoje, o Palmeiras acumula quatro vitórias seguidas com dois atacantes abertos pelos lados. Kardec é um jogador centralizado, que atua dentro da área. "Isso significa que o Palmeiras terá mais uma opção, um novo jeito de jogar".

Alan Kardec terá uma concorrência dura pela frente. Com Vinícius e Leandro na maior parte dos jogos, o Palmeiras marcou 19 gols e tem a segunda melhor marca da competição. "O time está bem. Acumula quatro vitórias. Vou ter de trabalhar ainda mais para conseguir o meu espaço. É difícil mexer em um time que está ganhando, mas posso criar mais uma opção", diz o jogador.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasSérieb BAlan Kardec

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.