Divulgação/Celta de Vigo
Divulgação/Celta de Vigo

Coudet é anunciado no Celta como 'um dos melhores treinadores sul-americanos'

Após deixar o Internacional, técnico argentino é confirmado pelo time espanhol

Redação, Estadão Conteúdo

12 de novembro de 2020 | 11h12

Três dias depois de pedir demissão no Internacional, o técnico argentino Eduardo Coudet foi anunciado nesta quinta-feira como novo técnico do Celta. Em suas redes sociais e em uma nota no site oficial, o clube espanhol informou que o contrato foi assinado até junho de 2022 e que ele chegará a Vigo nos próximos dias acompanhado de quatro auxiliares.

No comunicado oficial, o Celta destacou que "El Chacho", como é conhecido, é um dos melhores treinadores da América do Sul. Ele chega para ajudar o clube a melhorar no Campeonato Espanhol, já que está na 17.ª colocação, uma acima da zona de rebaixamento.

"O novo técnico é um dos profissionais sul-americanos mais reconhecidos nos últimos cinco anos, onde treinou Rosario Central, Tijuana, Racing e Internacional com notável sucesso. Em seu currículo, destacam-se em menos de um ano uma Superliga Argentina e um Troféu dos Campeões com o Racing, algo que não acontecia no clube argentino há mais de meio século", disse a nota.

O treinador, que jogou pelo Celta em 2002, deve cumprir uma série de protocolos de saúde na Espanha, o que inclui testes da covid-19, para estar apto para trabalhar. Se tudo correr bem, a sua estreia deve ocorrer no próximo dia 21 contra o Sevilla, em Sevilha, pela 10.ª rodada do Campeonato Espanhol.

Coudet pediu demissão do Internacional na última segunda-feira. Em quase 11 meses no comando do clube gaúcho, o argentino somou 46 jogos com 24 vitórias, 13 empates e 9 derrotas - aproveitamento de 61,5%. O técnico saiu como líder do Campeonato Brasileiro e ainda na disputa das oitavas de final da Copa Libertadores, onde terá o Boca Juniors como adversário, e nas quartas de final da Copa do Brasil.

Um dos únicos pontos negativos da campanha de Coudet no Internacional foi nunca ter vencido um clássico Gre-Nal. Em seis partidas contra o Grêmio em 2020, duas delas pela fase de grupos da Copa Libertadores, foram quatro derrotas e dois empates.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.