Ariel Schalit/AP
Ariel Schalit/AP

Courtois passará por cirurgia no joelho e desfalca o Chelsea

Clube não poderá contar com o belga por 'um longo período'

Estadão Conteúdo

11 de setembro de 2015 | 09h37

O técnico José Mourinho terá um importante desfalque para armar o Chelsea por "um longo período". O próprio português revelou nesta sexta-feira que o goleiro Thibaut Courtois precisará ser submetido a uma cirurgia no joelho e, apesar de não revelar a previsão de afastamento, admitiu que não poderá contar com o belga por bastante tempo.

"O Courtois se lesionou em um treinamento com os goleiros", explicou Mourinho. "Eu não posso falar muito, mas posso dizer que ele precisa de cirurgia em seu joelho direito e, como consequência, vai ficar fora por um longo período. Não posso ser mais específico sobre a lesão e sobre o tempo de afastamento, mas sei que vai ficar fora por um bom tempo."

De acordo com Mourinho, Courtois sofreu a contusão quando participava de uma atividade ao lado dos outros goleiros na última quarta-feira. O treinador não entrou em maiores detalhes sobre a cirurgia do atleta e explicou, apenas, que evitará falar novamente sobre o assunto.

"Eu estou esperando o médico ser mais específico depois da cirurgia. Eu acho que hoje (sexta) ele poderá dar mais informação. É uma grande perda, mas vocês não vão me ver falando na semana que vem sobre o Thibaut, porque eu nunca falo sobre um jogador lesionado", avisou.

De acordo com a imprensa inglesa, Courtois não deve mais atuar pelo Chelsea em 2015. Sem o "melhor goleiro do mundo" e sem Petr Cech, negociado com o Arsenal na última pré-temporada, Mourinho aposta no reserva Asmir Begovic para a sequência do Campeonato Inglês e o início da Liga dos Campeões.

"Não é fácil ter o melhor goleiro do mundo lesionado, mas é fácil ter um dos melhores goleiros do mundo para jogar, e nós temos o Begovic para jogar e ele é muito, muito bom. Eu estou muito triste pelo Thibaut e pelo time, mas nós temos um goleiro de elite e Begovic estará no gol", exaltou o português.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.