Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Manu Fernandez / EFE
Manu Fernandez / EFE

Coutinho celebra título europeu com o Bayern, mas já projeta retorno ao Barcelona

Clube alemão não deve exercer opção de compra após fim do empréstimo do brasileiro

Redação, Estadão Conteúdo

23 de agosto de 2020 | 20h29

O meia-atacante brasileiro Philippe Coutinho conquistou o título da Liga dos Campeões da Europa neste domingo com a vitória do Bayern de Munique sobre o Paris Saint-Germain por 1 a 0 no estádio da Luz, em Lisboa, capital de Portugal. É o primeiro título europeu dele, que esteve emprestado pelo Barcelona nesta temporada. O jogador enfrentou o time espanhol nas quartas de final e fez dois gols após sair do banco de reservas. Também entrou na semifinal, contra o Lyon, e na decisão.

Apesar da glória, Coutinho retornará à equipe espanhola na próxima temporada. E o meia-atacante fez uma autoavaliação de seu período no Bayern de Munique. "Um ano com muitos altos e baixos, mas não deixei de trabalhar em nenhum momento. Estou muito feliz com o título", disse após a final.

O brasileiro ainda projetou o retorno ao Barcelona, para o qual rumou em 2018 após passagem destacada pelo Liverpool. "Vou voltar para o Barcelona com muita vontade. Tenho muita vontade de brilhar, de fazer uma grande temporada ano que vem e fazer as coisas acontecerem", afirmou o atleta, que não conseguiu bons desempenhos enquanto jogou pela equipe espanhola.

O meia-atacante também fez questão de consolar o atacante Neymar, seu companheiro de seleção brasileira. Rival neste domingo, o ex-jogador de Santos e Barcelona foi um dos líderes do Paris Saint-Germain em sua primeira final de Liga dos Campeões, mas não conseguiu levar a taça para Paris. "Fui falar com ele porque sei que é um momento delicado, fui deixar uma força para ele. Eles têm um grandíssimo time e o Neymar é um grande jogador. Falei para ele que ele já ganhou e ainda vai ganhar muita coisa", explicou.

Outro jogador com passagem pelo Barcelona a ser campeão com o Bayern de Munique neste domingo é o meia Thiago Alcântara, brasileiro naturalizado espanhol. Ele fez questão de exaltar a equipe bávara. "Nosso time vem fazendo um ano maravilhoso e somos merecedores do título. Sou o homem mais feliz do mundo nesse momento por jogar essa final, ganhar e fazer parte desse time maravilhoso", celebrou.

Com o título europeu, o Bayern de Munique chegou à Tríplice Coroa, já que também conquistou o Campeonato Alemão e a Copa da Alemanha. Questionado sobre o diferencial do time germânico, Thiago Alcântara ressaltou o elenco. "O segredo foi todo o time, não só os que estavam em campo, mas também dos que entraram. Foi um trabalho muito bem organizado", analisou o jogador, que está na mira do Liverpool e já havia conquistado a Liga dos Campeões com o Barcelona em 2011.

Quem também comemorou o seu segundo título do torneio com a vitória sobre o PSG foi o meia-atacante alemão Thomas Müller, que já havia levantando a taça europeia com o próprio Bayern de Munique em 2013.

O jogador ponderou que não foi a melhor atuação do Bayern, após o 3 a 0 sobre o Lyon e o 8 a 2 sobre o Barcelona, mas celebrou o resultado. "A gente começou uma sequência sensacional. Não sei como viram de fora, mas o nosso sentimento, com a maneira como jogamos, com muita alma, com (o goleiro Manuel) Neuer pegando muito... Talvez não tenha sido nosso melhor jogo, mas estamos no topo", disse após o jogo.

O vencedor da Copa do Mundo de 2014 também aproveitou para agradecer os fãs: "Muito obrigado a todos em casa que nos deram apoio. E não poderíamos estar aqui sem nossos familiares, que nos mandaram mensagens de apoio".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.