Juanjo Martin/EFE
Juanjo Martin/EFE

Coutinho marca, mas Barcelona leva virada do lanterna, mas mantém liderança

Brasileiro abre o placar, mas equipe catalã é surpreendida pelo Leganés, que deixa a última posição do Campeonato Espanhol

O Estado de S.Paulo

26 Setembro 2018 | 17h15

No duelo entre o líder e o lanterna do Campeonato Espanhol, o Leganés surpreendeu ao vencer o Barcelona por 2 a 1, nesta quarta-feira, em casa, pela sexta rodada da competição nacional. O brasileiro Philippe Coutinho chegou a abrir o placar para os visitantes, mas os anfitriões conseguiram uma surpreendente virada na etapa final para impor ao clube catalão a sua primeira derrota nesta edição do torneio.

Com o resultado, o Barça estacionou nos 13 pontos na tabela de classificação e só não perdeu a liderança porque o Real Madrid perdeu para o Sevilla, também nesta quarta-feira.

Já o Leganés conquistou a sua primeira vitória neste Campeonato Espanhol, chegou aos quatro pontos e deixou a zona de rebaixamento ao saltar para a 17ª posição. Na próxima rodada, o Barcelona buscará a reabilitação diante do Athletic Bilbao, no sábado, em casa, enquanto o Leganés terá pela frente o Betis, em Sevilha, no domingo.

Antes da surpreendente virada que levou, o Barça deu a impressão de que confirmaria favoritismo com tranquilidade nesta quarta ao abrir o placar já aos 11 minutos do primeiro. Após se livrar da marcação adversária, Lionel Messi deu passe para Philippe Coutinho, que dominou a bola e, sem deixá-la cair no chão, finalizou com efeito no canto esquerdo do goleiro Ivan Cuellar para marcar um golaço.

Cinco minutos depois, Messi quase ampliou para 2 a 0 ao arriscar um chute de fora da área e acertar o travessão do goleiro Ivan Cuellar. Era o prenúncio do que poderia ser até uma goleada dos visitantes, mas o que se viu mais tarde foi uma inesperada virada dos donos da casa.

A reação do Leganés começou a ser concretizada aos 6 minutos do segundo tempo. Vesga lançou do meio-campo para Silva, que recebeu em velocidade pelo lado esquerdo do ataque e cruzou para El Zhar cabecear no canto direito de Ter Stegen: 1 a 1.

E o time da casa virou o placar já aos 8 minutos, quando acabou sendo beneficiado por uma falha do zagueiro Piqué. En-Nesyri avançou para cima do defensor, que ao tentar fazer o corte acabou dando a bola de presente para Óscar Rodríguez. Este último aproveitou o vacilo do rival para marcar o gol da virada.

Luis Suárez, que estava no banco, chegou a ser colocado em campo aos 15 minutos no lugar de Munir pelo técnico Ernesto Valverde, que depois promoveu a entrada de Malcom no lugar de Dembélé no ataque. Porém, o uruguaio e o brasileiro não conseguiram se livrar da marcação adversária e quem esteve mais próximo de fazer o gol de empate foi Coutinho. Aos 34, o meia parou em grande defesa de Cuellar, que no rebote operou outro "milagre" em finalização de Rakitic.

Assim, o time da casa segurou o triunfo em casa. No outro jogo do Espanhol já encerrado nesta quarta, o Villarreal derrotou o Athletic Bilbao por 3 a 0, fora de casa, foi aos oito pontos e se aproximou da zona de classificação à Liga Europa. Já a equipe da casa estacionou nos seis pontos na segunda metade da tabela.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.