Couto Pereira terá homenagem em dia que Chapecoense jogaria final no estádio

Equipe catarinense enfrentaria o Atlético Nacional na final da Sul-Americana

Estadão Conteúdo

30 de novembro de 2016 | 17h43

Como a Arena Condá não tem a capacidade mínima de público exigida pela Conmebol para as finais de seus torneios, a Chapecoense havia sido obrigada a marcar a partida de volta da decisão da Copa Sul-Americana para outro estádio, maior. Escolheu o Couto Pereira, casa do Coritiba.

Com a final cancelada depois do trágico acidente aéreo que matou 71 pessoas, sendo 19 delas jogadores da Chapecoense, o Coritiba decidiu marcar um culto ecumênico no estádio no mesmo dia que seria a decisão, 7 de dezembro, quarta-feira da semana que vem.

"A homenagem será no estádio coxa-branca, em horário a ser confirmado, mas desde já o clube convida torcedores dos mais diversos clubes e a sociedade em geral para participar deste momento", diz nota publicada pelo Coritiba na tarde desta quarta-feira.

A Chapecoense chegou a receber convites para mandar a decisão nos estádios do Atlético-PR, do Grêmio e do Internacional. Apesar de preteridos, tanto a Arena da Baixada, quanto a Arena do Grêmio e o Beira-Rio foram iluminados com as cores da Chapecoense - verde a branco - na noite de terça.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.