CPI: deputado reclama da ação do STF

O vice-presidente da CPI da CBF/Nike, deputado Pedro Celso (PT-DF), admitiu que a comissão não está tendo êxito na hora de justificar ao Supremo Tribunal Federal (STF) as quebras de sigilos bancários, fiscal e telefônico de dirigentes, federações e clubes de futebol. Segundo o parlamentar, as liminares concedidas pelo STF aos investigados "estão atrapalhando e enterrando os trabalhos da comissão". Pedro Celso também revelou que a comissão da Câmara poderá usar como estratégia "uma nova votação de todos os requerimentos provados na comissão e negados pelo Supremo". Esse mesmo artifício deve ser usado pela CPI do Futebol, no Senado. Uma comitiva de deputados da CPI está reunida neste momento com o presidente do STF, ministro Carlos Velloso, discutindo essa possibilidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.