CPI: Edinho só depõe após o carnaval

O relator da CPI da CBF/Nike, deputado Silvio Torres (PSDB-SP), informou há pouco na Comissão, que o ex-jogador Edinho convocado para depor na CPI sobre passaportes falsos "não foi localizado a tempo para receber o ofício de convocação". Segundo Torres, o ex-zagueiro do Fluminense e da seleção brasileira, poderá comparecer para depor após o Carnaval. Edinho é acusado de fornecer passaportes falsos para Aloísio e Alex, ambos jogadores do Saint Etiènne, da França. Outro depoente desta terça-feira na CPI é o jogador Aloísio, que já está depondo na Comissão. Na CPI do futebol do Senado Federal começou há pouco o depoimento do ex-conselheiro fiscal do Vasco da Gama, Hércules Santana. Ele deverá prestar informações sobre irregularidades contábeis no clube. Em seguida, os senadores ouvem o depoimento de Levi Lafetá, que foi procurador do jogador Bebeto durante sua transferência para o Deportivo La Coruña da Espanha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.