CPI: empresário ameaçado de prisão

Pelo fato de a CPI da CBF/Nike já dispor de informações suficientes para decretar a prisão do empresário Jimmy Martins, a Comissão decidiu negociar com o empresário e o seu advogado, Alberto Rollo. Em troca, o empresário fornecerá na Comissão os nomes de despachantes que atuam no mundo do futebol fornecendo passaportes falsificados para que jogadores brasileiros se transfiram para o exterior. Segundo revelou uma fonte, o próprio presidente da CPI, deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP), teria intermediado esta negociação com o empresário e o seu advogado. É por esta razão que a CPI está tomando o depoimento de Martins em caráter reservado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.