CPI: Eurico, o último a ser analisado

As denúncias feitas contra deputado e presidente do Vasco, Eurico Miranda (PPB-RJ), serão as últimas a serem analisadas pela CPI. O procurador-geral da República, Geraldo Brindeiro, informou que encaminhará nesta quarta-feira aos ministérios públicos estaduais as denúncias contra os 16 acusados. O presidente e o relator da CPI, senadores Álvaro Dias (PDT-PR) e Geraldo Althoff (PFL-SC) entregaram nesta terça-feira o relatório final a Brindeiro. Os senadores Geraldo Cândido (PDT-RJ) e Sebastião Rocha (PDT-AP) participaram do ato que dá início aos procedimentos para responsabilizar as 17 pessoas denunciadas pela comissão. Os fatos contra Eurico já são do conhecimento do procurador. Em duas ocasiões, provocado pela CPI, ele pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) que abrisse inquérito contra Eurico e que providenciasse diligências para comprovar as denúncias existentes contra o deputado, inclusive nos Estados Unidos. Ele possuiria naquele país um patrimônio incompatível com a sua renda declarada. Brindeiro disse que o ministro relator do caso no STF, Sydney Sanches, recebeu dia 4 de dezembro uma carta rogatória na qual as autoridades americanas prestam informações sobre os bens de Eurico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.