CPI quer indiciamento de 15 cartolas

O presidente da CPI do Futebol, senador Álvaro Dias (PDT-PR), reafirmou nesta terça-feira que irá pedir, em seu relatório, o indiciamento de 15 dirigentes do futebol brasileiro. Entre eles, o presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Ricardo Teixeira, o presidente do Vasco, deputado Eurico Miranda (PPB-RJ), e o presidente do Flamengo, Edmundo Santos Silva. Álvaro Dias deu esta declaração antes de participar do ato na Câmara dos Deputados em apoio à CPI da Nike, feita pela Câmara, e à CPI do Futebol do Senado, cujos trabalhos serão concluídos na próxima semana. A preocupação dos deputados é que a comissão do Senado tenha o mesmo destino da CPI da Nike, cujo relatório não foi aprovado e acabo não tendo efeito prático. Além dos parlamentares, o ex-jogador Wilson Piazza, tricampeão mundial na Copa de 70, e o superintendente da Federação das Associações de Atletas Profissionais, Márcio Almeida, participaram do ato na Câmara.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.