CPI suspeita de ameaça a dirigentes

O relator da CPI do Futebol, senador Geraldo Althoff (PFL-SC), revelou que a comissão recebeu informações de que Ivon Bernado Morgado, ex-conselheiro do Vasco, e o sócio-benemérito do clube, João Manuel de Almeida, não compareceram para depor, nesta terça-feira, "por terem sido ameaçados". Os dois depoentes enviaram carta à CPI. Morgado apresentou atestado médico, mas Almeida admitiu que "pouco poderia acrescentar".Durante o depoimento do ex-presidente do Vasco, Agathyrno da Silva Gomes, Althoff quis saber se ele teria recebido algum tipo de pressão ou qualquer ameaça "para não comparecer à CPI", mas o dirigente não quis responder à pergunta do relator.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.