CPI vai ouvir ex-dirigentes do Vasco

O relator da CPI do Futebol, senador Geraldo Althoff (PFL- SC) disse que "esta semana será importante para o futebol brasileiro" com as audiências públicas marcadas pela comissão que amanhã, ouve os depoimentos de ex-dirigentes do Vasco da Gama, sobre desvio de recursos no clube de São Januário. Na quinta-feira (22), a comissão realiza debate sobre a lei do passe. No depoimento desta terça-feira, a CPI ouve o ex-presidente do Clube de Regatas Vasco da Gama, Agathyrno da Silva Gomes, o ex-conselheiro do clube Ivo Morgado e o sócio-benemérito João Manoel de Almeida. Nesses depoimentos, o foco principal é o atual presidente do Vasco, deputado Eurico Miranda (PPB-RJ), que segundo a CPI "é suspeito de crimes de evasão de divisas, enriquecimento ilícito e fraude cambial," segundo Althoff. Na quarta-feira, será a vez da CPI ouvir o depoimento do ex-conselheiro do Vasco da Gama Hércules Santana, que teria denúncias sobre irregularidades administrativas cometidas por Eurico Miranda, na administração do Vasco.Também na quarta-feira, a comissão ouve o ex- conselheiro Levi Lafetá, que foi procurador do jogador Bebeto. Lafetá presta depoimento sobre a transferência do atacante para o Deportivo La Coruña, da Espanha, em 1992. Tomando por base documentos fornecidos pelo Banco Central, a CPI do Futebol já apurou há indícios de fraude cambial na transferência de Bebeto para a Espanha. Na audiência pública da quinta-feira, participarão do debate, sobre a lei do passe, o ex-jogador Raí, o advogado Maurílio Krieger, especialista em direito desportivo, e um representante do Clube dos 13. Possivelmente o presidente do Clube dos 13, Fábio Koff.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.