Montagem Estadão/ AP
Montagem Estadão/ AP

Craques sul-americanos, Messi, Neymar e Suárez esperam pela definição da Copa América 2021

Jogadores estão com suas respectivas seleções treinando para os jogos das Eliminatórias da Copa do Catar, nesta semana e na outra

Redação, O Estado de S.Paulo

31 de maio de 2021 | 10h01

A suspensão da Copa América na Argentina afeta a preparação dos três principais jogadores sul-americanos para a Copa do Mundo de 2022. Neymar, Messi e Suárez estão concentrados com suas respectivas seleções para os jogos das Eliminatórias, nesta e na outra semana. Na sequência, eles iniciariam o torneio que virou incógnita. A Conmebol primeiramente tirou a disputa da Colômbia, por questões sociais no país, com manifestações nas ruas contra o governo, e agora fez o mesmo em relação à Argentina, que registra aumento de casos da covid-19 e parou o futebol. Os dois países seriam sedes do torneio.

Neymar aguarda uma definição sobre o futuro da Copa América na Granja Comary, em Teresópolis, no Rio. Antes da competição, o Brasil tem compromisso com o Equador,  na sexta-feira dia 4, no Beira-Rio, e depois diante do Paraguai, no dia 8, em Assunção. O time de Tite lidera as Eliminatórias para o Mundial do Catar, com 12 pontos. Veja a tabela.

Já Lionel Messi está concentrado com a seleção argentina desde a última quarta-feira. Pouco antes da Conmbeol anunciar oficialmente a suspensão temporária da competição, o craque do Barcelona apareceu num vídeo da Associação do Futebol Argentino (AFA) falando sobre suas expectativas em relação ao torneio. 

"Estou muito animado, com vontade de fazer as coisas bem. Na última Copa América (de 2019), acho que deixamos boa imagem, mas nós não podemos ficar só com isso e queremos seguir crescendo. As últimas partidas pelas Eliminatórias foram boas também, lamentavelmente se passou muito tempo, mas temos de tentar retomar o mais rápido e seguir crescendo", disse Messi à AFA. 

A seleção argentina vai a campo pela Eliminatórias da Copa contra o Chile, no Estádio Único, em Santiago del Estero, na quinta-feira dia 3 de junho, e depois encara a Colômbia, no dia 8, em Barranquilla. Messi ainda se vê arrolado com sua renovação de contrato com o Barcelona. Em junho, seu vínculo termina e agora a janela de mercado da Europa está bastante aquecida. Indícios dão conta de que ele deve permanecer no clube catalão, mas desde que o time contrate mais reforços. Messi quer que o Barcelona seja novamente competitivo, como não aconteceu nesta temporada. 

Luís Suárez retornou ao Uruguai após a conquista do Campeonato Espanhol com o Atlético de Madrid. Concentrado com a seleção alviceleste, o atacante questionou a realização da Copa América em meio à pandemia da covid-19. "Chama a atenção que a Copa América está sendo disputada com uma situação complicada como a que vivemos na América do Sul. Devemos dar prioridade à saúde do ser humano", disse o jogador, em entrevista coletiva, no último sábado, em Montevidéu. 

A seleção uruguaia joga contra o Paraguai, no Estádio Centenário, também na quinta-feira dia 3, e diante da Venezuela, em Caracas, no dia 8. As datas das partidas das Eliminatórias devem ser mantidas porque não há mais espaço no calendário para empurrá-las para frente. Enquanto a Copa América espera definições, os craques sul-americanos vão se valendo de sus seleções para as Eliminatórias.   

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.