Fernando Torres/Paysandu
Fernando Torres/Paysandu

CRB arranca empate com o Paysandu e deixa zona da degola da Série B

Hugo Almeida abre o placar para o time da casa, mas Rafael Carioca deixa tudo igual

Estadão Conteúdo

09 Outubro 2018 | 21h38

O CRB foi até Belém e arrancou o empate por 1 a 1 contra o Paysandu, no Estádio da Curuzu, nesta terça-feira, pela 31.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O resultado foi o suficiente para tirar o time alagoano provisoriamente da zona de rebaixamento.

Com isso, o CRB termina a noite na 16.ª posição, com 32 pontos. O time alagoano já não vence há sete rodadas. O Paysandu, por outro lado, ficou na zona da degola, com a mesma pontuação, mas com saldo de gols pior: -11 a -10.

O Paysandu precisou apenas de um minuto de bola rolando para ter uma grande oportunidade de abrir o placar. Mike recebeu dentro da área e acabou caindo após Lázaro tentar fazer o corte com a perna esticada. O árbitro marcou pênalti, o que provocou muita reclamação da equipe visitante. Hugo Almeida foi para a cobrança e mandou para o gol aos três minutos.

O time paraense continuou com mais volume de jogo, pressionou o CRB, mas acabou levando o empate aos 37 minutos. Renan Rocha tentou afastar o perigo e acabou jogando a bola nos pés de Rafael Carioca. O lateral acertou um bonito chute de perna direita para deixar tudo igual.

Após o empate, o CRB chegou a envolver o Paysandu e ter mais posse de bola, porém, acabou não conseguindo ampliar. Já o time paraense chegou com Thomaz, em mais um chute pela linha de fundo.

O segundo tempo foi mais cadenciado. O CRB se fechou e começou a jogar no contra-ataque para tentar surpreender o Paysandu, que acabou sendo anulado, o que dificultou as criações de jogadas. A melhor delas foi aos 28 minutos. Willyam recebeu dentro da área e arriscou. Ratinho tirou em cima da linha.

Em uma das poucas jogadas de ataque do time alagoano, Iago disparou em velocidade, saiu de frente para o gol e chutou em cima do goleiro Renan Rocha. No lance, o atacante sofreu falta de Nando Carandina. Diego Rosa foi cobrar o cartão vermelho, acabou empurrando o árbitro e foi expulso. Na cobrança de falta, Neto bateu forte e parou em Renan Tocha. A partir daí, o Paysandu esboçou uma pressão no fim, mas não conseguiu mudar o resultado.

Na próxima rodada, o CRB enfrenta o Goiás em 19 de outubro, às 19h15, no estádio Rei Pelé, em Maceió. No dia seguinte, o Paysandu visita o Fortaleza, às 19h, no Castelão, em Fortaleza.

FICHATÉCNICA

PAYSANDU 1 X 1 CRB

PAYSANDU - Renan Rocha; Maicon Silva, Diego Ivo, Timbó e Diego Matos (Lúcio Flávio); Renato Augusto, Nando Carandina, Marcos Júnior (Willyam) e Thomaz (Romarinho); Hugo Almeida e Mike. Técnico: João Brigatti.

CRB - João Carlos; Edson Ratinho, Lázaro, Anderson Conceição e Paulinho; Claudinei, Serginho (Wellington Carvalho), Rafael Carioca (Diego Rosa), Renan Oliveira (Luiz Otávio) e Iago; Neto Baiano. Técnico: Roberto Fernandes.

GOLS - Hugo Almeida, aos três, e Rafael Carioca, aos 37 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Elmo Alves Resende Cunha (GO).

CARTÕES AMARELOS - Fernando Timbó e Nando Carandina (Paysandu); Paulinho, Serginho, Wellington Carvalho e Neto Baiano (CRB).

CARTÃO VERMELHO - Diego Rosa (CRB).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio da Curuzu, em Belém (PA).

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.