CRB quebra jejum e impõe a quarta derrota consecutiva do Bragantino na Série B

Equipe não vencia há cinco jogos antes da vitória neste sábado, por 2 a 1

Estadão Conteúdo

01 Outubro 2016 | 18h46

O CRB quebrou uma série de cinco jogos sem vitória ao bater o Bragantino por 2 a 1, de virada, neste sábado, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP), pela 28.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Com 43 pontos, o time alagoano se aproximou do G4 da competição, enquanto que o paulista somou a quarta derrota consecutiva e permanece na zona de rebaixamento, com 27 pontos, em 17.º lugar.

O Bragantino, no entanto, deu a impressão no início da partida que iria interromper essa sequência. Logo no primeiro minuto, Rafael Grampola entrou na área em velocidade e foi tocado pelo goleiro Juliano. Pênalti. Na cobrança, porém, Bruno Pacheco decepcionou a torcida e chutou por cima do travessão.

O meio de campo do CRB não marcava bem e sua defesa também errava bastante. O Bragantino manteve a pressão em busca do gol. Aos sete minutos, Watson se antecipou aos zagueiros e tocou para fora. Aos 21, Diego Jussani deixou para Grampola, que invadiu a área e chutou para fora.

A defesa visitante continuava falhando e o Bragantino abusava dos erros. Aos 27 minutos, Watson cabeceou no alto e Juliano espalmou. Dois minutos mais tarde, o atacante ganhou na dividida e, dentro da área, chutou para fora. De tanto insistir, o gol saiu aos 32. André Rocha fez o levantamento pelo lado direito e Watson subiu entre dois zagueiros para testar de cima para baixo.

Mas a alegria dos torcedores locais não durou muito. Três minutos depois, o CRB fez o que não tinha realizado até então e iniciou a virada. Marcos cruzou e Matheus Galdezani desviou de cabeça para deixar tudo igual. Embalado pelo gol de empate, o time alagoano manteve a pressão e virou aos 37. Depois de dar a assistência para o primeiro gol, Marcos recebeu na área e chutou. A bola desviou na zaga adversária e entrou: 2 a 1.

No intervalo, o técnico do CRB, Mazola Júnior, acertou o posicionamento do seu time, principalmente no meio de campo. E teve mais posse de bola, inclusive chegando mais na frente, o que não acontecia antes. Aos 22 minutos, o treinador do Bragantino, Marcelo Veiga, tentou dar força ao ataque tirando os dois atacantes apagados, Léo Jaime e Rafael Grampola, para as entradas, respectivamente, de Vitor Hugo e Marcão.

As mudanças deram certo, tanto que Marcão teve duas grandes chances para empatar. Aos 32 minutos, ele dividiu com Juliano e, aos 34, ele cabeceou e o goleiro espalmou. Os últimos minutos foram de pressão, mas o CRB se fechou bem e garantiu a importante vitória.

Toda a 29.ª rodada vai ser disputada nesta terça-feira. O Bragantino, de novo, atuará em casa diante do Náutico, a partir das 19h15. O CRB também vai ter o apoio de sua torcida no estádio Rei Pelé, em Maceió, a partir das 20h30, diante do Atlético Goianiense.

FICHA TÉCNICA

BRAGANTINO 1 x 2 CRB

BRAGANTINO - Renan; André Rocha, Lucas, Diego Sacoman e Bruno Pacheco; Gabriel Dias, Daniel Pereira, Watson (Claudinho) e Alan Mineiro; Léo Jaime (Vitor Hugo) e Rafael Grampola (Marcão). Técnico: Marcelo Veiga.

CRB - Juliano; Marcos Martins (Bocão), Adalberto, Diego Jussani e Peri; Olívio, Matheus Galdezani (Geandro), Diego e Gerson Magrão; Luidy (Roger Gaúcho) e Zé Carlos. Técnico: Mazola Júnior.

GOLS - Watson, aos 32, Matheus Galdezani, aos 35, e Marcos, aos 37 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Diego Sacoman e André Rocha (Bragantino); Juliano, Zé Carlos, Matheus Galdezani, Geandro e Diego (CRB).

ÁRBITRO - Paulo Henrique Schleich Vollkopf (MS).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.