Creedence é a esperança do Brasiliense

O centroavante Creedence volta a enfrentar o seu ex-clube, o Fortaleza, sábado na penúltima rodada do Quadrangular Final da Série B. Se vencer, o Brasiliense fica a um passo da elite, um fato inédito para o seu time, que tem apenas quatro anos de existência. O jogo, porém, terá um sabor diferente para o atacante: Creedence, de 23 anos, deixou a equipe cearense após ser vaiado pela torcida por não marcar gols. Acabou pedindo e obtendo a rescisão do contrato e agora, no sábado, esperar reencontrar o caminho do gol. O ataque do Brasiliense está há 13 jogos sem marcar. Com 1m93 de altura, Creedence está sendo escalado por Edinho para marcar a saída de bola do Fortaleza e para explorar as jogadas aéreas. O time do Distrito Federal também volta a usar a pressão da torcida, jogando em casa, para conquistar o sonho da classificação para a Série A. Foram colocados 19.900 ingressos à venda no Boca do Jacaré e o estádio, que se localiza a 25 quilômetros do Plano Piloto, tem capacidade para 30 mil torcedores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.