Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter

Crespo assume como técnico do Banfield e promete time 'ofensivo e protagonista'

Ex-atacante substitui Julio Cesar Falcioni e pega a equipe na décima colocação do Campeonato Argentino

Redação, Estadão Conteúdo

19 de dezembro de 2018 | 15h54

Um dos grandes atacantes do futebol sul-americano nos anos 1990 e 2000, Hernán Crespo foi apresentado nesta quarta-feira como novo técnico do Banfield, da primeira divisão argentina. E logo em sua chegada, o ex-jogador prometeu um time do jeito que ele gostava quando atuava, com estilo ofensivo.

"Pode ser complicado, porque é muito mais fácil destruir do que construir, mas quero um Banfield que construa, seja ofensivo e protagonista. Com base no que temos, vamos armando uma forma tática. A intenção é que as pessoas que venham ver o Banfield saibam o que verão", declarou.

Crespo assume o cargo na vaga de Julio César Falcioni, que enfrenta um problema de saúde e não teve o contrato renovado. Ele pega o Banfield na décima colocação do Campeonato Argentino, com 21 pontos em 15 rodadas, e indicou que mais do que buscar bons resultados, tentará evoluir os jogadores da equipe.

"Ganhar nem sempre é sinônimo de ser campeão. Pode ficar em décimo, oitavo ou quinto, mas se consegue melhorar um jogador ou melhorar a instituição... Há muitas maneiras de ganhar. Todos queremos ser campeões, mas há muitas formas de se obter êxito", considerou.

Esta será apenas a segunda experiência de Crespo como técnico, sendo que a anterior foi pelo Modena, da Itália, entre 2015 e 2016. Como jogador, porém, o jogador tem um extenso currículo. Além da seleção argentina, defendeu River Plate, Lazio, Parma, Inter de Milão, Chelsea, Milan e Genoa.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.