Paulo Fernandes/Vasco.com.br
Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Cria da base, Andrey confia nos garotos do Vasco para reverter fase ruim

"Quem sobe, chega para ajudar", afirma o volante de 20 anos

Estadão Conteúdo

08 Junho 2018 | 19h26

O volante Andrey afirmou nesta sexta-feira que as revelações da base do Vasco podem ser a saída para o Vasco engrenar no Campeonato Brasileiro e retomar a confiança do torcedor.

+ 'Muita gente vai se surpreender conosco', diz técnico Jorginho em volta ao Vasco

+ Desábato valoriza empate do Vasco contra Cruzeiro em BH: 'Esse ponto valeu muito'

"A base do Vasco é forte. Quem sobe, chega para ajudar. Todos que estão subindo estão preparados. Se for para colocar 10 meninos da base, acho que todos estão preparados", disse o jogador, de 20 anos, cria das categorias inferiores do clube.

Ao lado do meia Bruno Cosendey, de 21 anos, e do meia-atacante Evander, de 19, Andrey está entre os garotos cruzmaltinos que vêm dando conta do recado em momento conturbado da equipe, que está na 13.ª posição no Brasileirão com 12 pontos, a apenas três de distância da zona de rebaixamento. E ainda não venceu fora de casa.

Andrey entrou na equipe titular nas duas últimas partidas e fez dois gols, em belos chutes de fora da área: um na derrota por 2 a 1 contra o Botafogo e outro no empate por 1 a 1 diante do Cruzeiro, na última quarta-feira, em Belo Horizonte.

O confronto contra os mineiros foi observado pelo novo técnico do time, Jorginho, que estava nos camarotes. Foi ele quem lançou Andrey ao elenco profissional em sua primeira passagem pelo Vasco, há dois anos. "Estou feliz com a volta dele, foi quem me deu oportunidade no profissional. Espero ter causado boa impressão no jogo contra o Cruzeiro. Estou mais maduro agora para aproveitar as chances", salientou o volante.

Escondendo as principais orientações do treinador, o vascaíno comentou sobre os pedidos para o próximo compromisso do Vasco - contra o vice-líder Sport, neste sábado, às 19 horas, no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro. "Jorginho não passou nada demais, não falou muito sobre os problemas que passamos nos últimos dias. Só falou para entrarmos com a mesma garra e determinação que mostramos contra o Cruzeiro. E é isso que queremos".

Jorginho comandou nesta sexta-feira o seu primeiro treino em seu retorno ao clube cruzmaltino. Deu ênfase ao posicionamento e gesticulou bastante durante toda a atividade. "É um treinador que pede bastante comprometimento. Sempre pede raça, para não nos abatermos, buscar mais. Tem esse estilo. A gente espera o melhor. Está chegando para nos ajudar", concluiu Andrey.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.