Criciúma abre 2 a 0, mas leva 4 e perde do Guarani

Equipe campineira aplica virada incrível, mas segue na zona de rebaixamento

AE, Agência Estado

30 de agosto de 2011 | 22h51

ARARAQUARA - Depois de sair perdendo por 2 a 0 em menos de dez minutos de jogo, o Guarani conseguiu uma recuperação incrível e bateu o Criciúma de virada, por 4 a 2, nesta terça-feira à noite, na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara, pela abertura do returno da Série B do Campeonato Brasileiro.

A vitória encerra uma sequência de quatro jogos sem vitória do Guarani, que permanece na zona de rebaixamento, ocupando a 17.ª colocação, com 23 pontos. O Criciúma, por sua vez, fica mais distante do G-4, grupo de acesso, e cai para a décima colocação com 28 pontos, a cinco da zona de classificação.

O jogo desta terça começou eletrizante e o Criciúma saiu na frente logo a um minuto, numa cobrança de falta de Zé Carlos, que desviou na barreira e enganou o goleiro Emerson. O time catarinense ampliou aos sete com Anderson Conceição, aproveitando rebote em cobrança de falta de Fábio Santana.

Mas o Guarani reagiu e descontou o placar aos nove minutos com Felipe, após cruzamento de Denílson. No final do primeiro tempo, Aislan deixou tudo igual de cabeça, aos 36, depois de cobrança de escanteio de Felipe.

O time paulista voltou melhor para o segundo tempo e conseguiu a virada aos 16 minutos. O volante Dadá arrancou do meio-campo, deu um drible desconcertante em Anderson Conceição e tocou na saída do goleiro Andrey, fazendo um golaço. Dairo ainda fechou o placar aos 39 minutos após passe de Dadá.

Na próxima rodada, o Guarani vai até Recife enfrentar o Sport, sábado, às 16h20, na Ilha do Retiro. O Criciúma entra um campo na sexta-feira para duelar com o lanterna Duque de Caxias, às 20h30, em Criciúma.

FICHA TÉCNICA

GUARANI 4 x 2 CRICIÚMA

Guarani - Emerson; Gabriel, Aílson e Aislan; Bruno Peres, Mika, Dadá, Felipe (Rodrigo Paulista) e Carlinhos; Denilson (Assisinho) e Dairo. Técnico: Giba.

Criciúma - Andrey; Fábio Santana (Fabinho Capixaba), Rogélio, Anderson Conceição e Pirão; Henik, Baraka, Pedro Carmona e Aloísio; Schwenck e Zé Carlos (Eder, depois Breitner). Técnico: Mauro Fernandes.

Gols - Zé Carlos, a um minuto, Anderson Conceição, aos sete, Felipe, aos nove, e Aislan, aos 36 minutos do primeiro tempo. Dadá, aos 16, e Dairo, aos 39 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Dadá, Gabriel.

Cartão vermelho - Pirão.

Árbitro - Cláudio Francisco Lima e Silva (SE).

Renda - R$ 2.888,00.

Público - 328 pagantes.

Local - Arena Fonte Luminosa, em Araraquara (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.