Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Criciúma arranca empate no Maracanã

O Fluminense desperdiçou um pênalti, deixou a vitória escapar aos 45 minutos do segundo tempo, e apenas empatou, por 1 a 1, com o Criciúma, neste sábado à tarde, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro. Sem suas estrelas, os atacantes Romário e Edmundo, além dos meias Roger e Ramom, a equipe carioca foi melhor durante todo o confronto, mas não converteu a vantagem em gols. Com uma tática defensiva, o Criciúma tentou surpreender o Fluminense nos contra-ataques e, desde o início do primeiro tempo, deixou claro que o empate seria um resultado satisfatório. Por atuar em casa, o Tricolor procurou atacar o adversário, mas pouco criou ofensivamente. E as jogadas armadas foram desperdiçadas. Aos 22 minutos, o lateral-direito Luciano Almeida cometeu um pênalti no meia tricolor Thiago. Um minuto depois, o zagueiro Rodolfo se desequilibrou no momento da cobrança, escorregou e acabou chutando a bola para fora. Apesar da oportunidade desperdiçada, o Fluminense seguiu com o domínio da partida.Os erros da primeira etapa persistiram no segundo tempo e o técnico do Fluminense, Ricardo Gomes, substituiu a dupla de atacantes Alessandro e Marcelo por Alex e Fábio Bala, respectivamente. Mesmo com as trocas, o time não melhorou seu desempenho e pouco ameaçou a meta do goleiro Fabiano. O gol do meia Diego para o Fluminense aos 41 minutos do segundo tempo, após uma confusão na área adversária, pareceu que asseguraria a vitória para a equipe carioca. Mas, quatro minutos depois, o meia Marcinho, que havia substituído Athos, aproveitou uma falha da defesa tricolor e empatou a partida. Com o resultado, o Fluminense totalizou 13 pontos em oito jogos. Já o Criciúma soma 15 pontos. Romário - E, enquanto o Fluminense empatava com o Criciúma, o artilheiro Romário disputava uma "pelada" no Centro de Treinamentos Vasco/Barra. A iniciativa foi tomada após a decisão de Ricardo Gomes em não escalá-lo para a partida contra o time catarinense, porque o artilheiro "ainda não estaria 100% em condições de atuar". O jogador não marcou gols, mas seu time venceu por 5 a 3.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.