Fernando Ribeiro/Divulgação
Fernando Ribeiro/Divulgação

Criciúma bate Goiás, encerra jejum e respira na tabela do Brasileirão

Time catarinense estava há 10 jogos sem vencer e chegou aos 21 pontos, ainda na zona de rebaixamento, na 17.ª colocação

Tomás M. Petersen, O Estado de S. Paulo

14 Setembro 2014 | 20h45

O Criciúma recebeu o Goiás no Heriberto Hülse, fez o dever e venceu a partida por 1 a 0 neste domingo, pela 21.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado significou para os anfitriões a quebra de um jejum de dez jogos sem vencer e sete sem marcar gols na competição.

As alterações do recentemente contratado Gilmar Dal Pozzo fizeram efeito na forma do time jogar, possibilitando vislumbrar uma saída do risco de rebaixamento, agora na 17.ª posição, com 21 pontos. Já o Goiás, mesmo com a derrota, permanece nas posições intermediárias da tabela, em 12.º, com 27 pontos.

O Criciúma começou o jogo mostrando a gana de vencer. Com a alteração no esquema proposta por Gilmar Dal Pozzo, que colocou o meia Paulo Baier mais adiantado, o primeiro tempo basicamente foi um duelo entre o veterano contra o goleiro do Goiás, Renan.

Aos 3 minutos, Baier cabeceou um cruzamento de Zé Carlos para Renan espalmar. Aos 5, novamente o goleiro salvou um chute do meia, à queima-roupa. Aos 14, depois de espalmar uma falta cobrada por Zé Carlos, o camisa 1 do Goiás evitou nova tentativa de Paulo Baier, no rebote. Fim do primeiro tempo, o goleiro do time visitante terminou vencendo o duelo.

Na volta, o técnico do Goiás, Ricardo Drubscky, decidiu reforçar o meio de campo, para impedir as investidas de Paulo Baier. O jogo ficou mais equilibrado, agora com o time visitante também oferecendo risco.

O destaque Paulo Baier foi substituído aos 12 minutos, para a entrada do atacante Lucca. Coube então ao lateral Luis Felipe, aos 17 minutos, arriscar com uma bomba de canhota de fora da área. Dessa vez, Renan não conseguiu segurar: 1 a 0 para o Criciúma. Até o final do jogo, o Goiás ainda tentou buscar o empate com mais pressão, mas parando na marcação de meio-campo.

Ainda na zona de rebaixamento, o Criciúma volta a campo na quarta-feira para o clássico diante do Figueirense, às 21 horas, no Orlando Scarpelli. No dia seguinte, o Goiás receberá o Atlético-MG no Serra Dourada, às 19h30.

FICHA TÉCNICA:

CRICIÚMA 1 X 0 GOIÁS

CRICIÚMA - Luiz (Galatto); L. Felipe, Gualberto, F. Ferreira e Giovanni; Serginho, C. Santana, Rafael Costa (Ricardinho) e Baier (Lucca); Silvinho e Zé Carlos. Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

GOIÁS - Renan; Valmir Lucas (Ramon), Jackson, Felipe e Léo Veloso; David, Thiago Mendes, Esquerdinha (Murilo Henrique) e Tiago Real; Erik e Samuel. Técnico: Ricardo Drubsky.

GOLS - Luis Felipe, aos 17 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Léo Veloso, Tiago Real, Erik, Murilo Henrique e Thiago Mendes (Goiás); Luis Felipe e Serginho (Criciúma)

ÁRBITRO - Alinor Silva da Paixão (MT).

PÚBLICO - 8.113 torcedores.

RENDA - R$ 89.690,00.

LOCAL - Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC).

Mais conteúdo sobre:
futebol Brasileirão Criciúma Goiás

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.