Criciúma: Benazzi não definiu time

Um meio de campo mais voltado para marcação e destruição das jogadas do adversário, ou outro, com mais condições técnicas e criatividade. Essas são as duas opções que o técnico Vagner Benezzi tem para definir o Criciúma para enfrentar o Botafogo, na tarde deste sábado, em Niterói (RJ). A decisão, no entanto, só será anunciada momentos antes do jogo, válido pela quarta rodada do returno do campeonato brasileiro. Rafael, mais marcador, e Saulo, um meia com características de atacante, disputam a vaga deixada por Athos, que cumpre suspensão por cartões amarelos. Luiz Paulo, recuperado de lesão muscular na coxa, reaparece na lateral direita da equipe catarinense e Ceará, do Belenenses, de Portugal, repatriado pelo Criciúma, estréia amanhã no ataque.

Agencia Estado,

27 Agosto 2004 | 17h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.