Caio Marcelo/Divulgação
Caio Marcelo/Divulgação

Criciúma busca empate com Paysandu e segue perto da zona de rebaixamento

Time paraense está em queda livre na tabela, amargando um jejum de nove partidas sem vitória

Estadao Conteudo

11 de julho de 2017 | 21h54

Em uma partida bastante equilibrada, Criciúma e Paysandu empataram por 1 a 1 na noite desta terça-feira, no Estádio Heriberto Hülse, no sul catarinense, pela 13ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O resultado, porém, não foi bom para nenhum dos dois times, que seguem ameaçados de rebaixamento.

Apesar de estar invicto há oito jogos, o Criciúma está distante dos primeiros colocados, com 17 pontos, três a mais que o Paysandu. O time paraense vive um momento bastante delicado e está em queda livre na tabela, amargando um jejum de nove partidas sem vitória.

Apesar dos times terem entrado em campo com três atacantes, o primeiro tempo foi bastante concentrado no meio-campo e com poucos lances de perigo. O Paysandu criou a melhor oportunidade em chute de Welinton Júnior na rede pelo lado de fora. Já o Criciúma tentava apenas em finalizações de fora da área, sem assustar o goleiro Emerson.

Logo aos seis minutos do segundo tempo, o Paysandu abriu o placar. Fernando Lombardi ajeitou para dentro da área e Bergson desviou de cabeça. O time paraense apostava no contra ataque para matar o jogo, mas levou o empate aos 32 minutos. Após cobrança de escanteio, a bola acertou nas costas do zagueiro Diego Giaretta e entrou. Nos minutos finais, o jogo ganhou em intensidade, mas terminou mesmo empatado.

O Criciúma volta a campo na sexta-feira, contra o Goiás, às 21h30, novamente no Heriberto Hülse, em Santa Catarina. O Paysandu vai até o interior de Goiás para enfrentar o Vila Nova-GO, às 16h30, no Estádio Juscelino Kubitschek, em Itumbiara. O time goiano perdeu cinco mandos de campo por briga entre torcidas no clássico com o Goiás.

FICHA TÉCNICA:

CRICIÚMA 1 x 1 PAYSANDU

CRICIÚMA - Luiz; Diogo Mateus, Raphael Silva, Edson Borges e Diego Giaretta; Barreto, Jonatan Lima (Jocinei) e Douglas Moreira (Maranhão); Lucão, Alisson Farias e Silvinho. Técnico: Luiz Carlos Winck.

PAYSANDU - Emerson (Marcus Milanezi); Ayrton, Fernando Lombardi, Gualberto e Peri; Augusto Recife, Renato Augusto e Jhonnatan; Welinton Júnior (Fábio Matos), Magno (Daniel Amorim) e Bergson. Técnico: Marquinhos Santos.

GOLS - Bergson, aos seis, e Diego Giaretta, aos 32 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Diogo Mateus, Silvinho, Raphael Silva e Barreto (Criciúma); Emerson, Peri e Bergson (Paysandu).

ÁRBITRO - Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP).

RENDA - R$ 84.030,00.

PÚBLICO - 4.012 pagantes.

LOCAL - Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.