Fernando Ribeiro/Criciúma E.C.
Fernando Ribeiro/Criciúma E.C.

Criciúma derrota Chapecoense e reage no Brasileirão

Cobrança de escanteio na metade do primeiro tempo resultou no gol de bicicleta de Silvinho

Tomás M. Petersen, Agência Estado

21 de maio de 2014 | 23h17

CRICIÚMA - O Criciúma venceu mais um clássico catarinense no Brasileirão na noite desta quarta-feira, pela sexta rodada da competição. Contra a Chapecoense e diante da torcida, o time do sul do estado jogou com inteligência, bloqueando as investidas do adversário, que pouco ou quase nada finalizou. Uma cobrança de escanteio na metade do primeiro tempo resultou no gol de bicicleta de Silvinho, que sacramentou a vitória.

Com a segunda vitória no Brasileirão - a primeira foi justamente sobre o Figueirense, outra equipe catarinense na disputa -, o Criciúma chegou aos 7 pontos e deixou ainda que provisoriamente a zona de rebaixamento.

Os times começaram o jogo com cautela, estudando um ao outro. Mas pouco demorou para o Criciúma assumir uma postura que se manteria até o final do jogo: marcação forte e movimentação no meio-campo. Aos 3 minutos, o atacante Silvinho recebeu um lançamento longo do volante Rodrigo Souza, ameaçando o goleiro da Chapecoense com um chute torto.

Mesmo com posse de bola equilibrada, pelo menos no primeiro tempo o Criciúma evitou qualquer finalização da Chapecoense, ao mesmo tempo em que fez o goleiro Danilo trabalhar. Paulo Baier, mesmo com marcação forte em cima, conseguiu orquestrar boas oportunidades aos atacantes.

O gol saiu através de cobrança de escanteio dele, aos 22 minutos da primeira etapa. O zagueiro Escudero conseguiu desviar a bola, a defesa da Chapecoense não afastou direito e a bola quicou alta para Silvinho marcar de bicicleta.

No segundo tempo, o time visitante voltou mais ofensivo, com a entrada de Roni. Mas a alteração pouco adiantou: o Criciúma continuou com marcação forte, mas dessa vez com ritmo menor. A chuva que apertou e pesou o gramado ajudou a cansar mais os jogadores dos dois times. Mesmo assim, o ataque do Criciúma continuou dando trabalho a Danilo até o final da partida, que terminou com os três pontos para o time da casa.

FICHA TÉCNICA:

CRICIÚMA 1 x 0 CHAPECOENSE

CRICIÚMA - Luiz; Ezequiel, Escudero, Fábio Ferreira e Cortez; Serginho, Rodrigo Souza (Maylson), João Vitor e Paulo Baier (Martinez); Silvinho (Giovanni) e Bruno Lopes. Técnico: Wagner Lopes.

CHAPECOENSE - Danilo; Fabiano, Rafael Lima, Jailton e Rodrigo Biro; Wanderson, Abuda (Roni), Bruno Silva e Régis (Bergson); Tiago Luís, Fabinho Alves (Neném). Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

GOL - Silvinho, aos 22 minutos do primeiro tempo.

CARTÃO AMARELO - João Vítor (Criciúma).

ÁRBITRO - Héber Roberto Lopes (SC).

RENDA - R$ 84.910,00.

PÚBLICO - 7.674 pagantes.

LOCAL - Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.