Criciúma empata com Oeste e se garante na Série B em 2016

Ainda na briga contra o rebaixamento, o Oeste empatou com o Criciúma, por 1 a 1, nesta sexta-feira à noite, na abertura da 36.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O "duelo de seis pontos" foi realizado no estádio José Liberati, em Osasco, debaixo de muita chuva. O resultado justo deixou o time paulista com 43 pontos, em 14.º lugar, enquanto o visitante festejou seu 46.º ponto, que o deixou em 12.º lugar e o garantiu na competição na próxima temporada.

Estadão Conteúdo

13 de novembro de 2015 | 23h36

O time catarinense entrou em campo empolgado com duas vitórias seguidas em casa, uma contra o líder Botafogo, por 1 a 0, e a última diante do Boa, por 3 a 0. O Oeste queria esquecer a derrota para o Santa Cruz, por 3 a 1, no Arruda, em Recife (PE).

Por sorte, o gol do time paulista saiu logo nos primeiros minutos. Mazinho cobrou falta pelo alto, buscando o segundo pau. Lá, apareceu bem o zagueiro Ligger, que dividiu com a defesa e tocou firme de cabeça. Oeste na frente aos cinco minutos. Com o zagueiro Ianson Acosta já amarelado e por ser o encarregado de dar o primeiro combate, o técnico Roberto Cavalo optou pela entrada de Adalberto logo aos 25 minutos.

O novato, curiosamente, também recebeu o cartão amarelo aos 39 minutos. Isso porque Rodriguinho e Mazinho se movimentavam bastante e forçavam as jogadas individuais em cima dos zagueiros. De outro lado, o ataque visitante não ameaçou nenhuma vez na etapa inicial. Esperava-se mais força para o tempo final. Foi o que aconteceu. Aos sete minutos, o zagueiro Júnior Lopes se atrapalhou para aliviar, a bola tocou nas pernas do atacante Maurinho e entrou no gol. Tudo igual.

O técnico Renan Freitas ainda tentou ganhar força ofensiva com a entrada de Rafael Martins no lugar de Rodriguinho, aos 10 minutos, mas em seguida foi obrigado a fazer uma mudança forçada: Mazinho se machucou e saiu para a entrada de Cristiano. Isso serviu para anular a criatividade do Oeste, que não chutou uma bola com perigo à meta defendida por Luiz. O Criciúma, contente com o resultado, se fechou na defesa e pouco se arriscou ao ataque.

Na outra sexta-feira, dia 20, o Oeste vai enfrentar o Atlético-GO, às 19 horas, no estádio Serra Dourada, em Goiânia, pela 37.ª rodada. No sábado, às 21h30, o Criciúma vai até Belém (PA) para enfrentar o Paysandu.

FICHA TÉCNICA:

OESTE 1 X 1 CRICIÚMA

OESTE - Leandro Santos; Guilherme, Ligger, Júnior Lopes e Flávio Meneses; Betinho, Renan Mota e Mazinho (Cristiano); Patrick Silva (Renato Xavier), Rodriguinho (Rafael Martins) e Waguininho. Técnico - Renan Freitas.

CRICIÚMA - Luiz; Maicon Silva, Wanderson, Ianson Costa (Adalberto) e Marlon; Wellington, Douglas Moreira e Dudu (Ruan); Roger Guedes, Maurinho e Bruno Lopes (Edy). Técnico - Roberto Cavalo.

GOLS - Ligger, aos cinco minutos do primeiro tempo. Maurinho, aos sete minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Igor Junio Benevenuto (MG).

CARTÕES AMARELOS - Renan Mota, Betinho e Rafael Martins (Oeste). Ianson Costa e Adalberto (Criciúma).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio José Liberatti, em Osasco (SP).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BCriciúmaOeste

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.