Criciúma quer pelo menos 1 ponto amanhã

Não perder. Esse é o primeiro objetivo do Criciúma no jogo deste sábado, 18h10, contra o Palmeiras, no Parque Antártica, pela 45ª rodada do campeonato brasileiro. Um ponto nesta partida e uma vitória sobre o Coritiba, na última rodada, em casa, tiram o clube da zona de rebaixamento, contabilizam o técnico Lori Sandri e os jogadores, que passaram a semana toda sem conceder entrevistas à imprensa e em "retiro" no município de Orleans, a 40 quilômetros de Criciúma. O silêncio, pactuado pelos atletas no início da semana, dura até a rodada final do campeonato, e é resultado de rota de colisão entre o treinador e comentaristas esportivos da cidade, que têm criticado a produção da equipe. Lori já dirigiu o time em 15 jogos. Venceu três, empatou quatro e sofreu nove derrotas. Para reverter esse quadro, Sandri optou por retornar ao esquema tático com três zagueiros, lançar o júnior Ramon, no lugar de Douglas, e improvisar Alexandre na lateral esquerda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.