Criciúma segue invicto com o técnico Petkovic e vence o Bahia por 2 a 1

O Criciúma continua em alta sob o comando do técnico Petkovic, que completou o seu sexto jogo invicto ao bater o Bahia por 2 a 1, neste sábado, no estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (SC), pela 13.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O time catarinense é o 10.º colocado, com 18 pontos, enquanto que o tricolor baiano continua no G4, em quarto lugar, com 24.

Estadão Conteúdo

18 de julho de 2015 | 18h37

O jogo começou equilibrado, inclusive com o visitante assustando logo aos quatro minutos quando Eduardo invadiu a área e o goleiro Edson teve que sair nos seus pés, quase cometendo o pênalti.

E foi numa penalidade máxima polêmica que o time catarinense abriu o placar, aos 13 minutos. Após escanteio, Juba e Yuri se seguraram mutuamente e o árbitro preferiu anotar a falta para o Criciúma, sob os protestos dos baianos. Na cobrança, Rodrigo Andrade teve inteligência e deslocou o goleiro Douglas Pires.

O Bahia, na sequência, mostrou mais organização e um melhor toque de bola. Tanto que criou outras duas boas chances para empatar, com Max Biancucchi e Tiago Real, mas não acertou nas finalizações.

Os dois times voltaram sem mudanças no segundo tempo, mas logo o Bahia empatou, aos seis minutos. De novo em um lance irregular. Após cruzamento de Tony, Adalberto tentou aliviar e a bola tocou no braço de Tiago Real. O árbitro não deu nada e a bola ficou quicando para o chute sutil de Real para as redes.

O Criciúma, que estava mais equilibrado do que no primeiro tempo, chegou ao segundo gol após escanteio. Lucca cobrou de curva, a bola quicou na primeira trave e passou para o outro lado. O zagueiro Adalberto, desajeitado, ajeitou a bola na barriga e entrou para o gol. Isso aos 20 minutos. O Bahia tentou sair mais, teve maior volume de jogo, mas pouco criou. O Criciúma ficou atrás na espera de algum contra-ataque para ampliar. Mas ficou contente com a nova vitória.

Os dois times voltam a campo no próximo sábado, às 16h30, pela 14.ª rodada. O Criciúma, de novo diante de sua torcida, recebe o Santa Cruz. O Bahia vai receber o Botafogo na Arena Fonte Nova, em Salvador.

Antes disso, na terça-feira, o Criciúma vai receber o Grêmio pelo jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil. Na ida, em Porto Alegre, o time catarinense venceu por 1 a 0. Na quarta, o Bahia vai receber o Paysandu com a dura missão de devolver os 3 a 0 que sofreu em Belém.

FICHA TÉCNICA

CRICIÚMA 2 x 1 BAHIA

CRICIÚMA - Edson; Maicon Silva, Fábio Ferreira, Adalberto e Guilherme Santos; Marcão, Paulinho (Jonas) e Rodrigo Andrade; Lucca (Paulo Sérgio), Juba (Jefferson) e Neto Baiano. Técnico: Petkovic.

BAHIA - Douglas Pires; Tony, Titi, Robson e Marlon; Yuri, Pittoni, Eduardo (João Paulo) e Tiago Real; Maxi Biancucchi (Mário) e Jacó (João Leonardo). Técnico: Sérgio Soares.

GOLS - Rodrigo Andrade (pênalti), aos 13 minutos do primeiro tempo; Tiago Real, aos 6, e Adalberto, aos 20 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Marcão, Paulinho, Fábio Ferreira, Jefferson e Adalberto (Criciúma); Yuri e Titi (Bahia).

ÁRBITRO - Diego Almeida Real (RS).

RENDA - R$ 67.535,00.

PÚBLICO - 5.108 pagantes.

LOCAL - Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (SC).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BCriciúmaBahia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.