Criciúma surpreende e vence o Duque de Caxias no Rio

O Criciúma surpreendeu o Duque de Caxias, na tarde deste sábado, em São Januário, pela segunda rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Com um contra-ataque eficiente, o time catarinense venceu os cariocas, por 2 a 1, e assumiu a segunda posição do torneio.

AE, Agência Estado

28 de maio de 2011 | 19h00

O jogo marcou a estreia do técnico Alfredo Sampaio, que assumiu o Duque na última quarta-feira. Com o resultado, o Criciúma conquista sua primeira vitória, chegando aos quatro pontos. Já os cariocas seguem sem vencer, com um ponto, conquistado ainda na primeira rodada, contra o Americana.

Atuando com seu mando de campo, o Duque de Caxias começou em cima, pressionando muito o Criciúma, que apostou nos contra-ataques. Mas foi numa rápida jogada, que os visitantes abriram o placar. Aos 39 minutos, Schwenck foi lançado. Antes de o atacante tocar, Fernando saiu do gol e afastou o perigo. A bola caiu no pé de Pedro Carmona. Com o gol aberto, ele estufou as redes.

No final do primeiro tempo, após cruzamento, Schwenck dominou e acertou lindo voleio, sem chances para Fernando. Na comemoração, ele colocou a bola dentro da camisa, levou o segundo amarelo e acabou sendo expulso.

O Duque voltou com tudo para o segundo tempo e, logo aos três minutos, diminuiu o placar. Após cobrança de falta, Somália subiu mais que todo mundo e testou com força para o fundo das redes. Os cariocas pressionavam de todos os jeitos em busca do gol de empate. O Criciúma, fechado, não passou do meio campo e garantiu a vitória.

Os times voltam aos gramados no próximo sábado, às 16h20. O Criciúma recebe o Náutico, em Santa Catarina. Enquanto isso, o Duque de Caxias encara o Salgueiro, em Paulista-PE.

FICHA TÉCNICA:

Duque de Caxias 1 x 2 Criciúma

Duque de Caxias - Fernando; Léo, Bruno Costa, Santiago e Edu Pina (Galvão); Antônio (Frontini), Júlio Cesar, Juninho (Leandro Teixeira) e Tony; Erick Flores e Somália. Técnico - Alfredo Sampaio.

Criciúma - Andrey; Fábio Santana, Rogélio, Toninho e Marinho Donizete; Carlinhos Santos, Pirão, Diogo Oliveira (Jackson) e Roni (Lucca); Pedro Carmona (Mariano) e Schwenck. Técnico - Edson Gaúcho.

Gols - Pedro Carmona, aos 39, e Schwenck, aos 45 minutos do primeiro tempo. Somália, aos 3 minutos do segundo tempo.

Árbitro - Elmo Alves Resende Cunha-GO.

Cartões amarelos - Tony, Schwenck, Roni, Jackson, Leandro Teixeira e Lucca.

Cartão vermelho - Schwenck

Renda e público - não disponíeis.

Local - Estádio de São Januário, no Rio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.