Criciúma vence e abre seis pontos de vantagem na Série B

Equipe catarinense ganha do Vitória, em casa, por 2 a 0, chega a 29 pontos e se distancia dos concorrentes

21 de julho de 2007 | 18h37

O Criciúma deu mostras de que pode mesmo brigar pelo acesso à elite do futebol brasileiro. Neste sábado à tarde, o time catarinense venceu o Vitória, por 2 a 0, no Estádio Heriberto Hulse, mantendo uma boa vantagem sobre seus concorrentes dentro do Campeonato Brasileiro da Série B. O time lidera a competição com 29 pontos, seis a mais do que o vice-líder Coritiba. Outros cinco jogos fecharam a 13.ª rodada nesta tarde.Veja também:A tabela da Série B do Brasileirão Esta é a décima rodada que o Criciúma mantém a ponta, mas para vencer teve que correr muito. Os gols da vitória foram marcados na parte final do jogo, por Maurício, aos Maurício, aos 34, e Kélson aos 42 minutos do segundo tempo. O Vitória, com 21 pontos, continua na quarta posição. Quem subiu bem na tabela foi o Coritiba, após golear o Barueri, por 4 a 1, no Estádio Couto Pereira. O time alviverde tem 23 pontos, na vice-liderança, enquanto o Barueri, com 20 pontos, é sétimo colocado. O time paulista abriu o placar com Pedrão, no primeiro tempo, mas sofreu a virada na etapa final, com dois gols de falta de Anderson Lima, e com o placar sendo completado por Caíco e Túlio. O Marília desperdiçou a chance de conseguir sua sexta vitória seguida ao empatar com o Ceará, por 2 a 2. O time paulista soma 20 pontos e ocupa a sexta posição, enquanto o time cearense, que vinha de três derrotas seguidas, está em 16.º, com 15 pontos. O Ceará sempre esteve na frente no placar com gols de Mazinho Lima e Rômulo. Para o Marília marcaram Wellington Amorim e Leandro Camilo, este aos 46 minutos do segundo tempo. O Paulista deixou a lanterna ao vencer o Gama, por 2 a 1, chegando aos 12 pontos, na penúltima posição. O time de Brasília, que vinha de duas vitórias, tem 21 pontos, sendo o quinto colocado. Neto Baiano marcou os dois gols do time da casa, um de falta e outro de pênalti, enquanto Bebeto anotou para o visitante. O Paulista não vencia há quatro rodadas e esta foi a primeira vitória do técnico Waldemar Lemos. A lanterna ficou para o Ituano, com 10 pontos, depois de perder para o Fortaleza, por 2 a 0, no Estádio Presidente Vargas. O tricolor cearense não vencia há sete rodadas, mas, enfim, desencantou. Agora soma 17 pontos e ocupa a 13.ª posição. Os gols foram marcados por Marcinho e Clayton, ambos no segundo tempo. O jogo de maior número de gol aconteceu no Estádio do Arruda, onde os ameaçados Santa Cruz e Remo ficaram no 4 a 4. O time paraense vencia o jogo por 4 a 2, mas sofreu o empate nos últimos minutos, com Marcelo Ramos, aos 45, e Nildo, aos 47 minutos do segundo tempo. Antes disso, Marcelo Ramos, de cabeça, e Carlinhos Paraíba tinham marcado para o time da casa. Os gols dos visitantes foram anotados por Alexandre, Fábio Oliveira, de pênalti, Wellington e Jobson. Os dois times ainda estão na zona do rebaixamento. O Santa Cruz, com 13 pontos, é o 18.º, e o Remo, com 14 pontos, é o 17.º. A 14.ª rodada será toda realizada na terça-feira à noite, a partir das 20h30.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.