Criciúma vence Goiás por 1 a 0

Com um gol do atacante Dejair, no primeiro tempo, o Criciúma venceu neste domingo à tarde, em Santa Catarina, o Goiás, que contabilizou sua segunda derrota consecutiva. A equipe do técnico Cuca saiu de campo se queixando da arbitragem, questionando o único gol do jogo, que surgiu de um cruzamento da ponta-esquerda, feito pelo zagueiro Léo Oliveira. O ala direito Paulo César Baier recebeu dentro da área, se livrou do zagueiro, trombou com o goleiro e tocou para a meta. Dejair, quase em cima da risca, tocou para o fundo das redes, e segundo os adversários, o atacante estaria impedido. O time da casa dominou amplamente o Goiás no primeiro tempo, mas não chegou a colocar em risco a meta do goleiro Rodrigo Calaça, a não ser com Tico aos 37 minutos e Dejair aos 39. O Goiás só se defendeu, sucumbindo diante da forte marcação exercida pela equipe de Gilson Kleina, que jogou a vontade a partir dos 21 minutos, quando o meia Simão foi expulso, por falta grave em Dejair. Na etapa final, o Goiás cresceu, equilibrou as ações e passou a dominar a partida depois dos 17 minutos, quando o zagueiro Duílio, do Criciúma foi expulso. Kleina reforçou o meio, recompôs a defesa e proporcionou espaços para que a equipe de Cuca avançasse. O goleiro Roberto evitou que a bola entrasse e garantiu o resultado, principalmente aos 35 minutos, quando fez duas defesas no mesmo lance.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.