Divulgação
Divulgação

Criciúma vence Grêmio por 2 a 1 e se reabilita no Brasileirão

Vitória do time catarinense foi facilitada pelas expulsões dos gremistas Mateus Biteco e Vargas

JÚLIO CASTRO, Agência Estado

20 de julho de 2013 | 21h17

FLORIANÓPOLIS - O Criciúma reabilitou-se no Campeonato Brasileiro ao derrotar, na noite deste sábado, o Grêmio por 2 a 1, em casa. As ações que resultaram na vitória do time catarinense foram facilitadas pelas expulsões dos gremistas Mateus Biteco, no primeiro tempo, e Vargas, no segundo. Ao quebrar a série de três partidas sem vitória, o Criciúma chegou ao seu décimo ponto e terminará a oitava rodada sem ameaças de figurar na zona de rebaixamento após os jogos deste domingo. Já o Grêmio permaneceu com seus 12 pontos.

Condicionado a vencer para distanciar-se da zona do rebaixamento, o Criciúma iniciou a disputa aparentemente nervoso. Nos primeiros 20 minutos, embora com maior posse de bola, criou poucas chances. Coube ao Grêmio tirar vantagem da intranquilidade adversária para produzir, pelo menos, três investidas contra a defesa catarinense sempre aproveitando-se dos erros na saída de bola do adversário.

O panorama mudou favoravelmente ao Criciúma com a expulsão de Mateus Biteco aos 23 minutos, após tentativa de agressão em Leandro Brasília. Dois minutos depois, aos 25, o lateral Marlon avançou e cruzou para Wellington Paulista cabecear baixo e vencer o goleiro Dida.

Com um jogador a mais, o Criciúma se superava na marcação sobre as tentativas de jogadas adversárias. Mas cedeu ao empate aos 38 minutos num erro infantil de Elton e Leandro Brasília. Vargas roubou a bola no meio de campo e tocou para o experiente Zé Roberto avançar livre até dar um toquezinho para encobrir o goleiro Bruno.

Instruídos a investir contra a defesa gaúcha pelas laterais, o Criciúma foi constante no segundo tempo. Ganhou mais confiança e encurralou o Grêmio em seu campo a partir da expulsão do atacante Vargas, por agressão, aos 10 minutos do período. O técnico Vadão, então, aproveitou para qualificar seu time para ter soberania, principalmente no meio de campo. A estratégia deu certo com a inserção do meia Daniel Carvalho.

Carvalho, aliás, foi o mentor do gol da vitória do Criciúma aos 30 minutos. Ele fez uma assistência perfeita para Sueliton projetar-se pelo lado direito de ataque de onde cruzou rasteiro para Mateus Ferraz, entre os zagueiros, desviar para o gol. O Grêmio até que tentou tirar a vantagem catarinense, porém sem forças. Pressionou apenas nos minutos finais da partida. A mais expressiva oportunidade aconteceu aos 43 minutos, com Zé Roberto fazendo brilhante finalização que parou na excelente defesa do goleiro Bruno.

A vitória por 2 a 1 minimizou a crise do time catarinense que, além de não vencer nas três partidas anteriores pelo Brasileirão, também foi eliminado da Copa do Brasil pelo Salgueiro, na última quarta-feira. O time volta a jogar no próximo sábado, diante do Vasco, no Rio. Já o Grêmio receberá o Fluminense, no domingo, em Porto Alegre.

CRICIÚMA 2 x 1 GRÊMIO

CRICÚMA: Bruno; Sueliton, Matheus Ferraz, Fábio Ferreira e Marlon; Amaral (Fabinho), Elton (Daniel Carvalho), Leandro Brasília e Ivo (Gilson); Cassiano e Wellington Paulista. Técnico: Vadão.

GRÊMIO: Dida; Pará, Werley (Cris), Bressan e Alex Telles; Ramiro, Matheus Biteco, Zé Roberto e Elano (Gabriel); Vargas e Barcos (Kleber). Técnico: Renato Gaúcho.

GOLS: Wellington Paulista, aos 26, e Zé Roberto, aos 38 minutos do primeiro tempo; Matheus Ferraz, aos 30 minutos do segundo.

ÁRBITRO: Felipe Gomes da Silva (PR).

CARTÕES AMARELOS: Elton, Fábio Ferreira (Criciúma); Bressan, Pará (Grêmio).

CARTÕES VERMELHOS: Matheus Biteco e Vargas.

PÚBLICO: 12.719 torcedores.

LOCAL: Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (SC).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoCriciúmaGrêmio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.