Criciúma vence Tupi fora de casa e ainda sonha com acesso na Série B

O Tupi completou sete jogos sem vencer no Campeonato Brasileiro da Série B. Nesta terça-feira à noite, os mineiros caíram para o Criciúma por 2 a 0 dentro do estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora, e continuam distante de deixar a zona de rebaixamento. O jogo desta 29ª rodada também recolocou os catarinenses na briga pelo acesso à Série B de 2017.

Estadão Conteúdo

04 Outubro 2016 | 21h28

Vindo de um revés para o Bahia fora de casa, por 2 a 0, o Criciúma voltou a somar pontos e agora aparece com 43, na parte de cima da classificação. Do outro lado, o Tupi segue com apenas 26 pontos, dentro da zona de descenso.

Buscando o resultado logo no início do jogo, o time da casa assustou nas primeiras oportunidades. Hiroshi arriscou de fora da área logo aos oito minutos e Giancarlo testou firme aos 11, mas a bola passou rente a trave esquerda do goleiro Luiz. Mesmo com a pressão mineira, foi o Criciúma quem abriu o placar.

Aos 24 minutos, Thiago Humberto viu a movimentação de Niltinho pela esquerda e lançou o atacante. Ele recebeu e tentou pegar de primeira, mas o goleiro jogou para escanteio. Na cobrança, a defesa do Tupi não conseguiu afastar e em um bate-rebate a bola caiu nos pés de Roberto, que mandou por baixo de Rafael Santos.

Quando o elenco de Ricardinho ensaiou mais uma vez uma pressão, desta vez em busca do empate, o Criciúma conseguiu ampliar a vantagem. Numa reposição de bola do goleiro Luiz, Caíque ganhou no alto da marcação e ela sobrou para Jheimy. Ele recebeu entre os zagueiros e bateu no canto esquerdo baixo de Rafael Santos.

Para a segunda etapa, o Criciúma voltou controlando a posse de bola, administrando a vantagem que construiu nos primeiros 45 minutos. O Tupi tentou jogar nas falhas do adversário, buscando um espaço na marcação, mas sofreu para vencer Luiz. Tanto que a principal aposta mineira era a bola alçada na grande área.

Previsível, a proposta de jogo de Ricardinho rapidamente foi anulada por Roberto Cavalo. O treinador do Criciúma adiantou a linha de marcação, sufocando o meio de campo mineiro e forçando o impedimento, além de segurar mais os laterais, contendo os avanços pela ponta. Na frente, os catarinenses pouco produziram na segunda etapa.

O Criciúma já volta a campo nesta sexta-feira, pela 30.ª rodada. Desta vez em Santa Catarina, no estádio Heriberto Hulse, o time enfrentará o Vila Nova às 20h30. Com mais tempo para trabalhar, o Tupi viaja até Salvador para enfrentar o Bahia apenas no domingo, às 19h30, na Arena Fonte Nova.

FICHA TÉCNICA:

TUPI 0 X 2 CRICIÚMA

TUPI - Rafael Santos; Henrique, Rodolfo Mol, Thiago Sales e Luiz Paulo; Renan Teixeira, Marcos Serrato (Ygor), Pedrinho, Hiroshi e Jonathan (Yago); Giancarlo (Thiago Espíndola). Técnico: Ricardinho.

CRICIÚMA - Luiz; Paulo Cézar Magalhães, Raphael Silva, Diego Giaretta e Niltinho; Barreto, Douglas Moreira, Thiago Humberto e Caíque Valdívia; Roberto (Clayton) e Jheimy (Adalgísio Pitbull). Técnico: Roberto Cavalo.

GOLS - Roberto, aos 24, e Jheimy, aos 41 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Marcelo de Lima Henrique (PE).

CARTÕES AMARELOS - Hiroshi (Tupi).

RENDA - R$ 1.800,00.

PÚBLICO - 102 pagantes (263 presentes).

LOCAL - Estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora (MG).

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.