Crise da Hicks já preocupa Parreira

O técnico do Corinthians, Carlos Alberto Parreira, está preocupado com a crise da Hicks Muse. O treinador teme que a dificuldade financeira da empresa norte-americana, parceira do clube paulista, possa afetar o desempenho da equipe nas duas competições, Torneio Rio-São Paulo e Copa do Brasil. Parreira vai até fazer uma reunião com os jogadores durante a concentração para o clássico contra a Portuguesa, domingo, no Canindé, pelo Rio-São Paulo, no sentindo de tentar tranqüilizar os atletas. "É claro que essa situação pode gerar problemas, tanto para os jogadores que ganham muito como aqueles que recebem salários modestos", disse o treinador. Parreira ressaltou que ele foi contratado pelo Corinthians com a participação da Hicks Muse. O treinador admitiu que uma parte dos seus salários é pago pela Corinthians Licenciamentos, empresa formada da aliança entre o clube e a Hicks Muse. "Mas o problema da Hicks Muse não deve afetar o Corinthians. Se há um lugar onde eles não perderam dinheiro foi aqui. E se há um lugar onde eles não devem deixar de investir será aqui", ressaltou Parreira. "A empresa perdeu dinheiro, com contratos altos, em outros lugares, podem ter certeza disso", explicou o técnico ao afirmar ainda que há pouco tempo o Corinthians era uma ilha cercada por clubes com problema financeiros. "Até agora a situação no clube está sob controle, esperamos que continue assim", disse Parreira. Entre os jogadores o clima é de incerteza pelo futuro da parceria entre o Corinthians e a Hicks Muse. O zagueiro Scheidt revelou que o pagamento pelo direito de imagem dos atletas, que é recolhido pela Hicks Muse e repassada ao elenco está com atraso de 15, 20 dias. Mas o jogador ressaltou que esse tempo não significa quase nada diante da crise que o futebol brasileiro, de um modo geral, atravessa. "Realmente, podemos considerar que é um pequeno atraso e temos certeza que vai ser acertado", disse o zagueiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.