Cesar Greco|Agência Palmeiras
Cesar Greco|Agência Palmeiras

Cristaldo decide ficar no Palmeiras e Cuca dá recado ao argentino

Argentino pode ser utilizado nos próximos jogos

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

11 de junho de 2016 | 07h01

A saída de Cristaldo do Palmeiras parecia algo certo, mas pode ter uma reviravolta. O argentino, que chegou a negociar com times da Rússia, Argentina e do México, parece ter mudado de ideia e decidiu permanecer no clube, pelo menos, é o que garante o técnico Cuca.

“O Cristaldo deu uma pensada em sair, em buscar outros ares. É uma coisa particular dele. Eu respeitei e conversei com ele, mas parece que as coisas mudaram e que ele quer ficar e lutar por uma vaga”, disse o comandante palmeirense.

Cuca, entretanto, aproveita para mandar um recado ao argentino. “Ele tem que recuperar o tempo perdido e a confiança em todos os sentidos. Agora é hora de trabalhar firme e forte e não adianta ir para o banco e depois perder uma segunda de treino. Ele pode nos ajudar caso o Alecsandro seja punido”, avisou o treinador.

Cristaldo não atua desde o dia 9 de março, na derrota para o Nacional-URU, pela Libertadores. Um dos motivos para sua saída era o excesso de concorrência na posição, já que Barrios e Alecsandro parecia estar na frente da preferência de Cuca, além da possibilidade de atuar sem um jogador referência na área.

Mas Barrios tem tido muitos problemas físicos e Alecsandro pode ser suspenso por alguns meses por ter sido flagrado em exame antidoping. Para o clássico deste domingo, contra o Corinthians, Barrios está fora, machucado, e Alecsandro disputa posição com Róger Guedes.

Assim, o Palmeiras deve ir a campo com Fernando Prass; Jean, Thiago Martins, Edu Dracena (Roger Carvalho) e Zé Roberto (Fabrício); Matheus Sales, Tchê Tchê e Moisés; Gabriel Jesus, Dudu e Róger Guedes.

 

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasFutebolCristaldo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.