Filipe Araújo/AE
Filipe Araújo/AE

Cristian e André Santos choram na despedida do Corinthians

Eles se despedem dos companheiros e viajam para a Turquia nesta terça, mas falam em voltar 'um dia'

21 de julho de 2009 | 12h13

Emocionados, Cristian e André Santos se despediram do Corinthians nesta terça-feira. Negociados com o Fenerbahce, da Turquia, eles viajam à noite para a Europa e passaram no Parque São Jorge para pegar seus pertences e se despedir dos outros jogadores. Na entrevista coletiva, não conseguiram segurar o choro ao agradecer ao clube e aos companheiros.

Veja também:

linkMarcelo Oliveira anuncia permanência no Corinthians

linkBill chega ao Corinthians e diz se espelhar em Ronaldo

linkRonaldo decide se pega Vitória ou joga clássico

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Tenho de dizer obrigado a todos, principalmente a algumas pessoas que não aparecem muito. Agradecer ao Mano pela oportunidade que me deu. Vou sentir muita falta deles (jogadores), mas sei que estou indo para um lugar bom, coisa melhor. Vou sentir falta do Corinthians, dessa torcida maravilhosa", diz o volante Cristian.

André Santos reforça o discurso de que espera retornar ao time alvinegro. "É um momento muito difícil falar disso, muita emoção. Agradeço ao Corinthians por abrir as portas para mim. A gente sai daqui com nossa missão cumprida. Agradeço ao carinho de todos, daqueles que confiaram em meu trabalho. Não é só um tchau, é um até logo.

Os dois jogadores ainda falaram da falta que sentirão de amigos. "Estou feliz, mas por outro lado fiz amigos de verdade como Dentinho, Lulinha, Souza, Diogo, mas um dia eu volto, com certeza", conta Cristian. "Tive grandes 'irmãos' aqui e deixo um abraço a todos os torcedores", emenda André Santos.

Eles só não gostaram da impressão de que o negócio foi fechado só pelo dinheiro. "Tiro meu passaporte europeu no fim do ano e sempre quis jogar em um grande clube, como é o Fenerbahce, o maior da Turquia. Temos muitas coisas a pensar e achamos que é o momento", diz André Santos. "O futebol é muito rápido, não tem como recusar", opina Cristian.

"Os valores são consideráveis, mas não só isso, mas pela idade, os dois tem 26 anos. Considero a negociação espetacular", diz o agente de ambos, Carlos Leite - em entrevista à rádio Jovem Pan - que conduziu o negócio. O valor cogitado é de 12 milhões de euros por ambos (R$ 32,4 milhões), sendo que o Corinthians ficará com R$ 11,5 milhões. O restante pertence a parceiros diferentes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.