José Patrício/Estadão
José Patrício/Estadão

Cristian é apresentado e relembra rivalidade com o São Paulo

'Primeiro passo é passar pelo Onde Caldas, mas não tem como não lembrar daquele gol (contra o São Paulo), afirma o volante

Raphael Ramos, Estadão Conteúdo

05 de janeiro de 2015 | 19h54

O volante Cristian, de 31 anos, voltou nesta segunda-feira ao Corinthians depois de cinco temporadas no Fenerbahçe, da Turquia. O jogador se apresentou ao técnico Tite no CT do Parque Ecológico, junto com o restante do elenco que retornou das férias.

"Dei a minha palavra que ia voltar. Nesse período que fiquei parado treinei todo dia dois períodos, não tive Natal e Ano Novo", disse o volante, que não joga desde setembro. Antes de falar com os jornalistas, ele foi entrevistado durante 30 minutos por 20 torcedores.

Na sua primeira passagem pelo Corinthians, entre 2008 e 2009, Cristian disputou 51 partidas e marcou oito gols. O volante foi campeão da Série B do Campeonato Brasileiro (2008), do Campeonato Paulista e da Copa do Brasil (ambos em 2009). "Sou corintiano. O torcedor do Corinthians é muito humilde, parecido comigo, e por isso veio a identificação. Sempre tive vontade de voltar porque fiquei pouco tempo aqui", disse.

Cristian também comparou a atual situação do Corinthians em relação à sua passagem anterior e reconhece que agora a pressão por resultados será maior. "O clube mudou muito, só não mudou a cobrança. A pressão aumentou porque depois que eu saí o Corinthians ganhou Libertadores e Mundial. Por isso, todos os jogadores têm de estar preparados para essa situação". O contrato de Cristian tem três anos de duração.

Durante a sua primeira passagem pelo Corinthians, Cristian ficou marcado por um gol contra o São Paulo, na semifinal do Campeonato Paulista de 2009, no último minuto, no estádio do Pacaembu. Na comemoração, ele fez gestos obscenos para a torcida do São Paulo.

Agora, mesmo diante da possibilidade de enfrentar o São Paulo na fase de grupos da Copa Libertadores, o jogador prefere não fazer planos para o reencontro com o rival. "O primeiro passo é passar do Once Caldas (na fase preliminar da Copa Libertadores) e depois pensar no São Paulo, mas não tem como não lembrar daquele gol".
Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansCristian

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.