Cristiano Ronaldo encara Ibrahimovic na Liga dos Campeões

Paris Saint-Germain recebe o Real Madrid em Paris

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

21 de outubro de 2015 | 08h00

A partida entre Paris Saint-Germain e Real Madrid, nesta quarta-feira, às 16h45, no Parque dos Príncipes, remete, automaticamente, ao duelo entre dois dos maiores atacantes do futebol mundial: Cristiano Ronaldo e Zlatan Ibrahimovic. As duas equipes estão com seis pontos e 100% de aproveitamento em duas partidas (o Real leva ligeira vantagem no saldo de gols: 6 a 5), mas o embate entre os craques é uma atração à parte no duelo do Grupo A da Liga dos Campeões.

O português e o sueco são as principais estrelas de um jogo cheio de talentos individuais. O meia argentino Di María reencontra o clube pelo qual foi campeão da Liga dos Campeões, Thiago Motta, brasileiro naturalizado italiano é o ponto de equilíbrio do time francês, Tony Kroos é o termômetro madrilenho. Várias ausências também serão sentidas. O Real Madrid não terá Gareth Bale, James Rodríguez e Karim Benzema, todos por contusão. O PSG não poderá contar com David Luiz, também contundido.

O zagueiro Thiago Silva, que não foi convocado para os dois últimos jogos da Seleção Brasileira, mas mantém o prestígio no time francês como capitão, terá a difícil missão de parar Cristiano Ronaldo, atual melhor jogador do mundo. O brasileiro, no entanto, fez questão de apimentar o confronto ao dizer que Lionel Messi está melhor que o português. “São dois grandes jogadores. Talvez Messi esteja um pouco acima, mas isso não tira os méritos e qualidades de Cristiano Ronaldo. Em 2014, ele foi o Bola de Ouro merecidíssimo. Atualmente, está um pouco melhor que Messi, mas acho que Messi joga um pouco mais que ele”, afirmou, em entrevista ao jornal As.

Coincidentemente, Cristiano Ronaldo e Ibrahimovic entraram para a história de seus clubes no mês de outubro. Ibra superou o português Pauleta como maior artilheiro da história do PSG com 112 tentos. Cristiano Ronaldo ultrapassou Raul como o artilheiro da história do Real Madrid com 324 gols. Na temporada, os dois estão em ascensão depois de começos difíceis. Com 11 gols em 10 partidas, cinco deles na Champions, o português de 30 anos parece recuperar o apetite. VPara o sueco de 34 anos, o início de temporada foi marcado por duas lesões (joelho e abdômen). Por isso, ele precisa de tempo para recuperar o ritmo. No Campeonato Francês, marcou seis gols em quatro partidas. Com a seleção sueca foram mais dois tentos. “Sou como o vinho. Melhoro com a idade”, provocou o sueco na semana passada. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.