Cristiano Ronaldo espera duelo equilibrado com checos

O atacante Cristiano Ronaldo mostrou porque é apontado como um dos principais jogadores do mundo neste domingo. Ele foi decisivo e marcou os dois gols da vitória de virada de Portugal sobre a Holanda, por 2 a 1, que classificou a seleção para as quartas de final da Eurocopa.

AE, Agência Estado

17 de junho de 2012 | 19h48

Agora, o adversário será a República Checa e a expectativa do português é de um confronto muito equilibrado. "Portugal cumpriu o primeiro objetivo, que era passar da primeira fase. Agora vem aí a República Checa, que será um jogo de 50% para cada lado", declarou.

A grande atuação deste domingo fez com que Cristiano Ronaldo fosse escolhido o melhor jogador da partida pela Uefa. "Sem a ajuda dos meus companheiros não conseguiria ganhar este troféu, por isso todos estão de parabéns. Foi bom para mim, mas é um prêmio para toda a equipe", afirmou.

Para conseguir a vaga, a seleção portuguesa precisou passar pelo "grupo da morte", ao lado de Dinamarca, Holanda e Alemanha, outra classificada da chave. Depois de uma derrota na estreia contra os alemães, a equipe passou por dinamarqueses e holandeses. Para o técnico Paulo Bento, a campanha coroou "a qualidade do trabalho".

"É uma classificação completamente justa pela qualidade do trabalho dos jogadores, pela confiança que eles demonstraram, em especial nos momentos difíceis", declarou o treinador, que também espera dificuldade diante dos checos. "Eles chegam com qualidade e todo o mérito".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.