Miguel Medina / AFP
Miguel Medina / AFP

Cristiano Ronaldo faz dois, e Juventus ganha em casa para virar vice-líder na Itália

Equipe de Turim ainda pode perder a vice-liderança em caso de vitória de rivais

Redação, Estadão Conteúdo

21 de novembro de 2020 | 19h43

A Juventus contou com o brilho de seu artilheiro para vencer mais uma e se manter entre os primeiros do Campeonato Italiano. Com dois gols do craque português Cristiano Ronaldo, ainda no primeiro tempo, a equipe de Turim derrotou em casa o Cagliari por 2 a 0, pela oitava rodada, e assumiu de forma provisória a vice-liderança.

Com o resultado positivo, a Juventus chegou aos 16 pontos, apenas um a menos que o líder Milan, que neste domingo visita o Napoli. O time de Nápoles, a Roma e o Sassuolo são os rivais que podem ultrapassar a equipe de Turim ao final da rodada deste final de semana. O Cagliari, no meio da tabela de classificação, ocupa a 11.ª posição com 10 pontos.

Cristiano Ronaldo decidiu para a Juventus ainda na primeira etapa. Aos 38 minutos, Morata serviu o português dentro da área, que cortou o marcador e bateu com precisão para abrir o placar. Quatro minutos depois, o colombiano Cuadrado cobrou escanteio pela direita, Demiral desviou dentro da área e o craque teve apenas o trabalho de empurrar para as redes.

Antes da partida, o diretor esportivo da Juventus, Fabio Paratici, deu declarações para explicar os boatos de que Cristiano Ronaldo pode voltar ao Real Madrid ao final desta temporada. Em entrevista para a DAZN, o dirigente afirmou que não dá ouvidos a rumores e cravou a permanência do craque. "Posso tranquilizar vocês sobre o futuro do Cristiano Ronaldo aqui na Juventus. Não damos ouvido a rumores, tem muitas notícias todos os dias", disse.

Também neste sábado, a Atalanta desperdiçou a chance de se manter com a mesma pontuação da Juventus ao ficar no empate sem gols contra o Spezia como visitante. A igualdade deixa o time de Bérgamo na sexta colocação, com 14 pontos. O rival é o 12.º, com nove.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.