Mauro Horita/Reuters
Mauro Horita/Reuters

Cristiano Ronaldo iniciará caminho contra algoz velho conhecido

Atacante português terá de encarar na estreia a Espanha, seleção responsável por causar duas eliminações recentes

O Estado de S. Paulo

01 de dezembro de 2017 | 14h46

Escolhido cinco vezes melhor do mundo pela Fifa, o atacante português Cristiano Ronaldo tentará levar a sua seleção ao inédito título da Copa do Mundo com a estreia diante de um rival complicado no grupo B. A Espanha é o primeiro adversário dos atuais campeões europeus, um encontro de más recordações para o jogador do Real Madrid.

+ Baixa a tabela completa da Copa do Mundo da Rússia 2018

+ Brasil tem Suíça, Costa Rica e Sérvia no grupo

Em 2010, na África do Sul, Portugal caiu diante dos espanhóis nas oitavas de final por 1 a 0, gol de David Villa. Pouco tempo depois, na Eurocopa 2012, novamente o país vizinho foi o pesadelo de Cristiano Ronaldo. A vitória nos pênaltis na semifinal deu à Espanha a possibilidade de ir à decisão e assim como em 2010, o país pode fechar a campanha com título.

A estreia portuguesa na Copa será logo no segundo dia de Mundial, em Sochi. Cristiano Ronaldo terá como adversários jogadores que durante a temporada são seus companheiros de Real Madrid, como o zagueiro Sérgio Ramos e o meia Isco. A estrela portuguesa está desde 2009 no futebol espanhol e chegará ao Mundial da Rússia com 33 anos e mais preparado continuar a obter feitos históricos por seus país.

O camisa 7 levou Portugal ao inédito título da Eurocopa, em 2016, na França, e agora tem a vantagem de ser mais a única estrela da equipe. O surgimento de talentos como André Gomes, Renato Sanches e André Silva deixam a responsabilidade de Cristiano Ronaldo, antes tão centralizada nele, agora mais distribuída entre jogadores decisivos.

A primeira fase da Copa terá outro encontro interessante para Cristiano Ronaldo. O último jogo da primeira fase será contra o Irã, seleção dirigida pelo português Carlos Queiroz. O técnico levou o atacante para a Copa da África, em 2010, e quando era auxiliar no Manchester United, ajudou a indicar o então garoto português como reforço.

O outro adversário dos portugueses na primeira fase é a seleção marroquina. O país africano volta a disputar Mundiais depois de 20 anos e traz boas lembranças ao craque. Foi no Marrocos que em 2014 Cristiano Ronaldo ganhou o seu primeiro Mundial de Clubes pelo Real Madrid, ao bater o San Lorenzo, da Argentina, na decisão por 2 a 0.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.