Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Cristiano Ronaldo marca e Real vence na estreia no Espanhol

Apesar de ter no meio de campo jogadores como Modric, Bale, Kroos e James Rodríguez, o time de Madri criou muito pouco

Estadão Conteúdo

25 de agosto de 2014 | 17h29

Não foi a estreia que a torcida esperava, mas o público presente no Santiago Bernabéu não chegou a ficar incomodado com o desempenho do Real Madrid em sua estreia no Campeonato Espanhol. Sem empolgar, o time da casa venceu o modesto Córdoba, que acabou de voltar à primeira divisão, por 2 a 0, com gols de Benzema e Cristiano Ronaldo.

Os anfitriões não levantaram a torcida por causa da atuação apática e das falhas na defesa, que já haviam custado o troféu da Supercopa da Espanha na sexta-feira, diante do Atlético de Madrid. Desta vez, os erros não causaram maiores problemas em razão das limitações do adversário.

O primeiro gol saiu em cobrança de escanteio de Tony Kroos, aos 30 minutos do primeiro tempo. Bem colocado na área, Benzema cabeceou bonito e ainda viu a bola carimbar a trave antes de entrar. O gol de bola parada foi sintomático do jogo, uma vez que o Real não conseguia impor seu estilo mais ofensivo no campo do adversário, por causa da forte marcação do Córdoba.

Diante da postura mais forte da defesa rival, o meio-campo formado por Modric, Bale, Kroos e James Rodríguez criou muito pouco. Benzema e Cristiano Ronaldo, assim, tiveram poucas chances para ampliar o placar. O português foi um dos mais apagados em campo. E só brilhou nos instantes finais, quando a defesa do Córdoba abriu e ele bateu de fora da área. Apesar do chute sem maior força, o goleiro demorou para buscar a bola no canto.

Com o triunfo na estreia, o Real tenta apagar a má impressão deixada na Supercopa e confirmar o status de favorito ao título, assim como fez o Barcelona no domingo. Sem Neymar e Luis Suárez, o time catalão bateu o Elche por 3 a 0, em casa, com grande apresentação de Lionel Messi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.