Massimo Pinca / Reuters
Massimo Pinca / Reuters

'Cristiano Ronaldo me disse que vai ficar', revela o técnico da Juventus

Atacante português ficou fora do último amistoso da pré-temporada, mas deve jogar na estreia no Campeonato Italiano

Redação, Estadão Conteúdo

21 de agosto de 2021 | 10h51

Cristiano Ronaldo estreia na temporada oficial com a Juventus neste domingo. Está escalado por Massimiliano Allegri para visita à Udinese. O treinador revelou uma conversa na qual o astro garantiu não estar pensando em deixar o clube, como muito especulado na Europa. Artilheiro do Campeonato Italiano passado com 29 gols, o português tentará recolocar o time de Turim no topo novamente.

"(Cristiano) Ronaldo me disse que vai ficar na Juventus e isso parece um ponto esclarecido", afirmou Allegri, neste sábado. "Ele sempre treinou bem e nunca deixou de estar disponível. Li boatos nos jornais, mas nunca houve vontade dele de deixar a Juventus", garantiu o técnico.

A Juventus estreia no Campeonato Italiano nesse domingo, em visita à Udinese, e o português está confirmado entre os 11 titulares após ganhar "descanso" em amistoso na quinta-feira, que serviu para aumentar os rumores de que podia deixar a equipe. Allegri explicou o motivo da ausência.

"O Ronaldo não jogou no nosso amistoso de quinta-feira porque dei meio dia de folga para ele se recuperar após uma semana de treino intensivo. Ele está disponível para amanhã", explicou. "Ele nos dá uma força extra, com gols garantidos. Devemos trabalhar em equipe para obter o máximo dele."

Depois de ver a Internazionale acabar com seu reinado na temporada passada, a Juventus aposta tudo em Cristiano Ronaldo para resgatar o título do Italiano. E a promessa é de superação em Údine.

"O primeiro jogo é sempre difícil. A Udinese é uma equipe forte, poderosa e teve uma das melhores defesas da última temporada em termos de chances concedidas. Não sofreram gols e são perigosos no contra-ataque com jogadores rápidos e habilidosos", avaliou Allegri. "Devemos jogar com muito cuidado. Se quisermos sair com os três pontos, devemos ser sólidos defensiva e tecnicamente, e esperar nossa hora para vencer, a meta em Údine."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.