Divulgação/ Juventus
Divulgação/ Juventus

Cristiano Ronaldo perde pênalti, mas Juventus vai à final da Copa da Itália

Time do português vai jogar a decisão na próxima quarta-feira, em Roma, diante do vencedor do confronto entre Napoli e Internazionale

Redação, O Estado de S.Paulo

12 de junho de 2020 | 18h59

A Juventus garantiu vaga na final da Copa da Itália, nesta sexta-feira, em Turim, após empate sem gols com o Milan. No primeiro jogo, em fevereiro, no Estádio San Siro, em Milão, as equipes haviam empatado também, mas por 1 a 1. O gol fora de casa foi determinante para a classificação.

Com o resultado, o time do português Cristiano Ronaldo vai jogar a decisão na próxima quarta-feira, em Roma, diante do vencedor do confronto entre Napoli e Internazionale, que jogam, neste sábado, em Nápoles. O time napolitano venceu o primeiro duelo, em Milão, por 1 a 0.

Mesmo com a vantagem de poder empatar sem gols para lutar pela 14.ª taça da competição, a Juventus dominou grande parte da partida e merecia ter saído de campo com a vitória. Aos 16 minutos, Cristiano Ronaldo teve a chance de abrir o placar, mas desperdiçou a cobrança de um pênalti, ao acertar a trave direita do goleiro Gianluigi Donnarumma, um dos melhores em campo.

Logo após essa jogada, o Milan perdeu o atacante croata Ante Rebic, expulso por causa de uma falta bastante violenta no brasileiro Danilo.

No segundo tempo, o domínio do time da casa permaneceu, enquanto o Milan, que teve Paquetá como titular até os 38 minutos do segundo tempo, buscou os contra-ataques, mas errou muitos passes.

Os dois técnicos aproveitaram as novas regras por causa da pandemia do coronavírus e fizeram nove alterações durante o jogo. Foram quatro na Juventus e cinco no Milan.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.