Andrea Bressanutti/ AP
Andrea Bressanutti/ AP

Cristiano Ronaldo sai do banco, tem gol anulado e não evita empate da Juventus

De acordo com Pavel Nedved, dirigente da equipe de Turim, decisão de deixar português fora do time titular foi tomada em conjunto pela Juventus e pelo jogador

Redação, Estadão Conteúdo

22 de agosto de 2021 | 16h10

A Juventus iniciou neste domingo a disputa da nova temporada do Campeonato Italiano e saiu do gramado do estádio Friuli, em Údine, com um empate por 2 a 2 com a Udinese, em um jogo que provocou emoções desde antes de começar até o apito final. O grande assunto não poderia ser outro a não ser Cristiano Ronaldo, que começou no banco de reservas, entrou no decorrer do segundo tempo e marcou nos acréscimos o que seria o gol da vitória, se não estivesse impedido.

O fato de o craque português não começar jogando serviu para alimentar as especulações de que ele estaria deixando o clube de Turim. Dirigente do time, o ex-meia checo Pavel Nedved disse, em entrevista à DAZN, que a decisão de deixar o atacante no banco foi tomada em conjunto pela Juventus e pelo jogador. Além disso, garantiu que Cristiano Ronaldo não vai sair.

De qualquer maneira, a ausência da grande estrela juventina ficou em segundo plano logo no início da partida, já que Dybala abriu o placar com dois minutos de bola rolando, ao receber dentro da área e mandar para dentro usando a perna esquerda. Depois do gol, a Juventus passou a ser pressionada, mas conseguiu se segurar e voltou ao ataque para marcar. Aos 22 minutos, Dybala apareceu de novo, dessa vez acertando um lindo lançamento para Cuadrado, que dominou, tirou Nuytinck do lance e bateu rasteiro para ampliar.

Depois de terminar o primeiro tempo em vantagem, o time de Turim foi pego de surpresa e viu Roberto Pereyra diminuir para a Udinese ainda aos cinco minutos ao converter pênalti cometido pelo goleiro polonês Szczesny. Toda a tranquilidade obtida pela Juventus foi embora neste momento e não demorou para que o treinador Massimiliano Allegri colocasse Cristiano Ronaldo em campo, menos de 10 minutos após o gol sofrido.

Já com a grande estrela em campo, a Juventus sofreu o segundo gol aos 37 minutos, quando Deulofeu roubou a bola de Szczesny, que tentou um drible dentro da área, e chutou rápido para o gol vazio. O empate heroico construído pela Udinese foi ameaçado já nos acréscimos, em um lance que poderia ter colocado Cristiano Ronaldo como herói. O português fez de cabeça, mas estava impedido, conforme indicou o VAR, portanto o jogo terminou com a igualdade no placar.

O outro jogo do Campeonato Italiano realizado no início da tarde deste domingo também foi cheio de gols. O Bologna recebeu o Salernitana, no estádio Renato Dall'Ara, em Bolonha, e estreou na disputa nacional com uma vitória por 3 a 2 em casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.