Marco BERTORELLO / AFP
Marco BERTORELLO / AFP

Cristiano Ronaldo dá adeus a companheiros na Juventus; Manchester United faz proposta pelo jogador

Time inglês formaliza oferta pelo astro português e negócio pode ser concluído nas próximas horas. Jogador vai ao CT da equipe italiana se despedir dos colegas e não participa de treino na parte da manhã

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de agosto de 2021 | 09h57

A saída de Cristiano Ronaldo da Juventus está cada vez mais próxima. Segundo a imprensa italiana, o jogador foi ao centro de treinamento da equipe nesta sexta-feira para se despedir dos companheiros, sem participar do treino da parte da manhã. O caminho mais provável parecia ser o Manchester City, mas tudo mudou nas últimas. O Manchester United, clube no qual o português ganhou projeção, fez uma proposta oficial pelo atacante, enquanto o técnico Pep Guardiola desistiu do negócio. 

Segundo o jornalista italiano Fabrizio Romano, especialista no mercado de transferências, o City tinha apenas conversas com a Juve pelo jogador e nunca chegou a apresentar uma oferta. A equipe inglesa via no português de 36 anos uma alternativa para o ataque após não conseguir tirar Harry Kane do Tottenham. Com seu maior rival entrando na briga pelo astro, desistiu do investimento. O brasileiro Gabriel Jesus chegou a ter o nome ventilado em uma eventual troca

Em entrevista coletiva sobre a partida deste sábado contra o Napoli, pelo Campeonato Italiano, o técnico Massimiliano Allegri foi abordado sobre a situação do astro português. O treinador afirmou que o atacante "não tem intenção de jogar" mais pela Juventus. Entregou o assunto para a diretoria. "Temos de agradecer ao Cristiano Ronaldo pelo que ele tem feito, até como exemplo para os jovens. Mas temos de seguir em frente", disse Allegri. 

Cristiano Ronaldo foi contratado pela Juventus junto ao Real Madrid em 2018, por 100 milhões de euros (R$ 450 milhões na cotação da época). Três anos depois, o sonho de conquistar a Liga dos Campeões — troféu erguido pela última vez em 1996 — não veio e as contas do clube viraram prioridade. O jogador cinco vezes melhor do mundo também já não enxerga atratividade no projeto esportivo no time de Turim. 

Richarlison na mira do PSG

Após contratar Messi, o Paris Saint-Germain pode ter outra contratação de peso nesta janela de transferência. Próximo de vender Mbappé ao Real Madrid por 180 milhões de euros (R$ 1,1 bilhão), o clube parisiense pensa em Richarlison para suprir a saída do atacante francês. 

Segundo o jornal inglês Guardian, os representantes do brasileiro estão preparados para uma negociação relâmpago com o PSG assim que a saída de Mbappé for concretizada. A janela de transferências na Europa se encerra na terça-feira, dia 31. Everton atua pelo Everton, que o liberou para a Copa América e Jogos Olímpicos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.