AP
AP

Cristiano Ronaldo supera Messi e Ronaldinho Gaúcho e é eleito o melhor jogador do século

Português faturou troféu do Global Soccer Awards, que elegeu Guardiola como melhor treinador e o Real Madrid como maior clube desde 2001

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de dezembro de 2020 | 15h29

Cristiano Ronaldo foi eleito o melhor jogador do século XXI durante a premiação do Global Soccer Awards, organizada pelo Conselho de Esportes de Dubai, neste domingo. Em outras seis edições do evento, que realiza sua décima primeira cerimônia, o astro português da Juventus levou para casa o troféu de jogador do ano. 

A categoria que o inclui como "melhor do século" foi criada neste ano. Concorriam ao prêmio Messi, do Barcelona, Salah, do Liverpool, e o ex-jogador Ronaldinho Gaúcho. 

Além de Cristiano, o espanhol Pep Guardiola, multicampeão no Barcelona, Bayern de Munique e Manchester City, foi considerado técnico do século, enquanto que o Real Madrid foi eleito o melhor clube de 2001 até hoje.

Dentre os melhores do ano, Lewandowski, que já havia sido eleito o melhor jogador do mundo em de 2020 no prêmio The Best, da Fifa, levou mais um troféu para casa. Hansi Flick, responsável por orquestrar o imbatível Bayern de Munique, campeão de tudo que disputou na temporada, faturou o prêmio de técnico do ano. 

O evento também premiou o empresário Jorge Mendes, agente de Cristiano Ronaldo. Ele venceu na categoria de melhor agente do ano pela décima vez em 11 anos. Piqué, do Barcelona, e Iker Casillas, aposentado, foram homenageados pela trajetória de suas carreiras. 

A premiação contou com a presença do presidente da Fifa, Gianni Infantino. Além dele, a maioria dos premiados estava no local, assim como empresários ligados ao mundo da bola. Não houve distanciamento e os convidados também não usaram máscara de proteção contra a covid-19. Ex-jogadores e técnicos, como Deco, Figo, Antonio Conte, Marcelo Lippi, Fabio Capello, Adriano Galliani e Jorge Nuno Pinto da Costa  fizeram parte do júri da premiação.  

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.